Prefeito quer novo Aeroporto para Macaé

0

Prefeito destaca que Macaé, sétimo do país na evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do setor de energia, precisa incrementar a logística.

Agregar valor à logística de Macaé para que o município – sétimo do país na evolução do Produto Interno Bruto (PIB) do setor de energia – tenha maior competitividade no cenário internacional de negócios. Esse é o objetivo do prefeito Riverton Mussi (PMDB), que se reuniu com executivos da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e secretários da área econômica nesta quinta-feira (2), no gabinete, onde lançou a idéia da construção de um novo aeroporto na cidade.
O empreendimento seria voltado para o gerenciamento de entrada e saída de cargas do arranjo produtivo do petróleo e transporte de passageiros.

Prefeito Riverton Mussi

– O município se tornou nos últimos anos, cenário das principais descobertas do setor petrolífero brasileiro, é a sede da Petrobras na Bacia de Campos, recebe cargas importadas que são destinadas a 115 empresas. A reunião com a Infraero visou mostrar o vigor econômico do município, o potencial para investimentos e a necessidade de Macaé abrigar um novo aeroporto, para movimentação de cargas onshore e offshore. Esperamos que a Infraero veja a importância deste empreendimento para a cidade, considerada a capital nacional do petróleo por fazer parte da bacia que concentra 80% da produção do petróleo nacional e 50% do gás natural – ressaltou Riverton.

O diretor de operações da Infraero, João Márcio Jordão, informou que vai levar a solicitação do prefeito para a diretoria executiva da empresa. “Nos foi apresentada pelo prefeito e a equipe a pujança que tem a cidade. Estou recebendo esse material do prefeito e nós vamos levar para a diretoria executiva da empresa para que possamos dar os tratamentos iniciais de estudo da viabilidade ou não desse aeroporto. Pelo crescimento da cidade, há uma grande possibilidade, e a Infraero vai analisar essas oportunidades”, pontuou.

As potencialidades de investimento e características de Macaé foram apresentadas pelo presidente do Fundo de Desenvolvimento Econômico (Fumdec) da prefeitura, Francisco Navega, como população, infraestrutura e localização. “Macaé registra um crescimento econômico anual em torno de 5%, tem a segunda maior rede hoteleira do Estado, terceiro maior centro de convenções do Rio de Janeiro. Um novo aeroporto é fundamental para o futuro. Depois dessa reunião, há uma possibilidade concreta da Infraero estudar um novo aeroporto em Macaé”, analisou, lembrando que entidades como a IADC (International Association of Drilling Contractors), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a Associação Comercial e Industrial (Acim) e Rede Petro apóiam o projeto.

Para ler esta matéria na íntegra, acesse o site Falando Francamente.

Por Felipe Vaconcelos

1 COMENTÁRIO

  1. Podia ser mesmo… Para a grande população estrangeira que desembarca no Brasil só pra trabalhar por lá. Logisticamente seria ótimo!
    Mas penso, também, que antes de um aeroporto a cidade de macaé deveria, por exemplo, melhorar sua infra-estrutura rodoviária que é sofrível. Andar de ônibus em macaé é sofrer uma dura pena! Além dos buracos que as ruas estão cheias; sem falar as ruas que nem asfalto possuem…

    Estou certo de que há outras prioridades antes deste aeroporto.

Deixe uma resposta