Petrobras foi destaque na BOVESPA

0
132
O assunto que pautou o pregão da sexta-feira nos mercados brasileiros foi a oferta de ações da Petrobras. A estatal apresentou o prospecto da oferta que deve movimentar mais de R$ 128 bilhões. As considerações envolvendo a operação determinaram o rumo da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que fechou com leve baixa, e tiveram implicação no câmbio, com o dólar fechando no menor preço desde janeiro. Já o mercado de juros futuros repercutiu o crescimento de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre, que ficou acima do previsto.

No mercado externo o tom dos negócios foi dado pelo relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos (EUA). Foram perdidos 54 mil postos de trabalho em agosto. Esse resultado melhor do que o esperado deu fôlego às bolsas americanas.



O Dow Jones, que chegou a perder os 10 mil pontos no começo da semana, encerrou a sexta-feira marcando 10.447 pontos, uma alta de 1,24%, sobre o pregão de quinta-feira, e um avanço semanal de 2,9%. Já o S & P 500 teve acréscimo de 1,32%, para 1.104 pontos, ganhando 3,7% na semana. E o Nasdaq se valorizou 1,53%, para 2.233 pontos, ganhando, também, 3,7% na semana.

Para a semana que começa, a agenda é pouco relevante no âmbito externo. Foco, mesmo, na ata do Comitê de Política Monetária (Copom) e no Índice de Preços ao consumidor Amplo (IPCA) de agosto. Cabe lembrar que hoje o mercado americano não opera e amanhã são as bolsas brasileiras que estão fechadas em função de feriado.

Para ler esta matéria na íntegra, acesse o Valor Online.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta