Vem aí os Superportos do Açu e do Sudeste

0

O Terminal Portuário Privativo de Uso Misto chamado de Superporto do Açu está em fase de instalação em São João da Barra, no norte do estado do Rio, próximo à área de maior produção de petróleo e gás do Brasil.

O Superporto Sudeste, junto com o Superporto do Açu, são os dois projetos em desenvolvimento da LLX, empresa do Grupo EBX, de Eike Batista.  O Terminal Portuário Privativo de Uso Misto é dedicado à movimentação de minério de ferro e será instalado na Ilha da Madeira, em Itaguaí, no Rio.

Superporto Sudeste

Localizado estrategicamente, o empreendimento representa a menor distância entre os produtores de Minas Gerais e o oceano. A construção do Superporto Sudeste foi iniciada em julho deste ano e a previsão é que o porto opere no início de 2012.

A construção do superporto do Açu foi iniciada em outubro de 2007. O porto terá profundidade inicial de 21 metros, com expansão para 25 e uma estrutura offshore com até 10 berços para movimentação de produtos siderúrgicos, petróleo, carvão, granito, minério de ferro, granéis líquidos e carga geral.

Superporto do Açu - Imagem: Divulgação LLX

O investimento que totaliza R$ 4,3 bilhões viabiliza a construção do Superporto seguindo o conceito de porto-indústria, dispondo assim de uma retroárea para estocagem de produtos que serão movimentados, além de um complexo industrial contíguo que vai abranger siderúrgicas, usina termoelétrica, estaleiro, cimenteiras, pólo metalmecânico, usinas de pelotização de minério e unidade de tratamento de petróleo, entre outros.

O início da operação do Superporto do Açu está previsto para 2012 e a previsão é de que o Terminal movimente 60 milhões de toneladas de minério de ferro por ano, além de 46,4 milhões de metros cúbicos de petróleo, 10,2 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos, 12,6 milhões de toneladas de carvão e 5 milhões de toneladas de granéis sólidos.

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta