Petróleo impulsiona a geração de empregos na construção naval

0

O crescimento do setor de petróleo impulsiona a geração de empregos na construção naval. Segundo dados do Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore), a carteira de pedidos nos estaleiros nacionais até 2014, vai passar de 300 embarcações. A fabricação desses navios atende, na sua maioria, aos pedidos da Petrobras e de outras empresas do setor. A subsidiária da Petrobras Transpetro, por exemplo, por meio do Promef (Programa de Modernização e Expansão da Frota), encomendou 49 navios, com entrega prevista até 2015.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou recentemente que a empresa vai construir mais “algumas dezenas de plataformas” no Brasil nos próximos anos. Segundo ele, para cada plataforma, são necessários cinco barcos de apoio. Por isso, será preciso construir “dezenas, centenas de barcos de apoio para as plataformas e navios para o transporte do petróleo”. De acordo com o executivo, será preciso mais cargueiros para transportar. “Nosso programa é de crescimento acelerado, que aponta para um futuro melhor, com mais emprego, mais renda, mais produção de combustível e mais capacidade de gerar emprego e renda em outras atividades da economia brasileira”, disse Gabrielli.

Para ler esta matéria na íntegra, acesse Nicomex

Por Rodrigo Cintra

 

Deixe uma resposta