Sea Shepherd lança navio para interceptar a caça de baleias

0

Em uma campanha de arrecadação de fundos em Hollywood, nos Estados Unidos, na noite do último sábado, 23, a Sea Shepherd Conservation Society anunciou que o navio Ocean Adventurer fará parte da sua frota para a próxima campanha de defesa às baleias no Oceano Antártico 2010-2011, a Operação Conciliação Não.

Ocean Adventurer - Em defesa das baleias

O navio monocasco estabilizado de 12 anos de idade e 115 metros vai substituir o navio Ady Gil, que o navio baleeiro japonês Shonan Maru 2 deliberadamente abalroou e destruiu em 06 de janeiro deste ano.

Ady Gil danificado após ser abalroado propositalmente pelo Shonan Maru 2

Esta será a sétima campanha da Sea Shepherd contra as atividades da frota baleeira japonesa no Oceano Antártico, e espera-se que seja a última temporada. Durante as últimas seis campanhas, a Sea Shepherd salvou a vida de cerca de 2.000 baleias expostas às atividades baleeiras japonesas pelo mundo inteiro.

Comandante Watson, fundador da Sea Shepherd Conservation Society

Na temporada passada, o número de baleias salvas foi maior do que o número de baleias mortas pelos japoneses. Quinhentas e vinte e oito baleias estão vivas, nadando no mar, graças ao trabalho da Sea Shepherd e dos seus colaboradores, que colaboraram para a manutenção dos navios e das tripulações.A Sea Shepherd está confiante que a campanha Operação Conciliação Não será a mais eficaz. Os navios Steve Irwin e Bob Barker estão sendo preparados para a campanha. A equipe de voluntários já foi recrutada. O único desafio agora é angariar mais fundos para o Ocean Adventurer.Com três navios, a tripulação da Sea Shepherd mais uma vez será capaz de monitorar e intervir contra os caçadores de baleia no Oceano Antártico durante toda a temporada.

O objetivo da organização é salvar mais baleias na próxima temporada do que durante a temporada passada, e encerrar a caça de baleias no Oceano Antártico permanentemente.

Com as informações – ANDA

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta