Dois novos sistemas em 2010

1

A Petrobras deve colocar ainda em 2010 dois novos sistemas de produção em operação. No próximo dia 30, a plataforma P-57 deve produzir o primeiro óleo no campo de Jubarte, na parte capixaba da Bacia de Campos.

Ainda para novembro é esperado o início do Teste de Longa Duração (TLD) do prospecto de Guará, no bloco BM-S-9, na Bacia de Santos. O projeto será explorado pelo FPSO Dynamic Producer, hoje fundeado na Baía de Guanabara.

“Eles darão alguma contribuição para a produção”, diz o diretor Financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, durante entrevista coletiva na sede da empresa, no Rio de Janeiro.

A P-57 demandou investimentos da ordem de US$ 1,2 bilhão e o cronograma financeiro foi cumprido à risca. A plataforma tem capacidade para produzir 180 mil bpd de óleo e comprimir 2 milhões de m³/dia de gás natural. Será instalada em lâmina d´água de 1.260 m e interligada a 22 poços, sendo 15 produtores e sete injetores.

Convertido no estaleiro Sebawang, em Cingapura, o FPSO Dynamic, da Petroserv, será instalado em lâmina d’água de 2.140 m. O teste de longa duração está programado para explotar o poço SPS-55 e deve garantir uma produção de 15 mil bpd de óleo. Depois de Guará, o FPSO Dynamic Producer será deslocado para outra locação no cluster de Santos.

Clipping direto – EnergiaHoje

Por Marcus Lotfi

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta