PF prende mais um clandestino em Recife

0

A Polícia Federal apresentou, na manhã deste domingo (14), um camaronês que estava embarcado clandestinamente no navio vietnamita VTC ACE, atracado no Porto do Recife. Bayon Yves Dieudonne, de 22 anos, foi descoberto por marinheiros no porão 2 da embarcação e entregue à Delegacia de Imigração neste sábado, onde foi constatada a ausência de quaisquer documentações ou bens materiais e financeiros do jovem.

Bayon Yves alegou fazer bicos transportando cargas e que teria conseguido evitar a fiscalização do porto em Duala, na República de Camarões, último local onde o navio atracou antes de chegar ao Recife, transportando 19 toneladas de açúcar. Segundo ele, a família vivia em miséria e, por isso, decidiu tentar chegar a qualquer país do mundo em busca de emprego. “Ele não tinha intenção de chegar ao Brasil, mas em Portugal ou na França, em buca de uma vida melhor. Enquanto estava escondido ele se alimentou de biscoitos, tapioca e cinco litros de água que levou em uma garrafa”, afirma o chefe de comunicação da PF, Giovani Santoro.

Por abrigar um clandestino, a embarcação, que segue viagem no próximo dia 14 a Lisboa, acabou multada em R$ 4.138,75, enquanto o camaronês foi preso administrativamente, pelo período de 60 dias, até que o procedimento de repatriação seja concluído pela Polícia Federal. A identidade do jovem será verificada junto à embaixada de Camarões e, enquanto os procedimentos são realizados, Bayon Yves permanece isolado no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), à disposição da Justiça.

IMIGRAÇÃO – De acordo com a Polícia Federal, tentativas de imigração ilegal para o Brasil são comuns, em especial vindo da África. No Porto do Recife, a maioria desses estrangeiros é composta por homens negros, pobres, com idade entre 18 e 25 anos, oriundos de países como Serra Leoa, Nigéria, Camarões e Somália. Os principais motivos dessa evasão são o comprometimento financeiro familiar ou questões religiosas ou políticas.

Os últimos imigrantes clandestinos presos pela Polícia Federal foram o adolescente liberiano P.T., de 15 anos, no convés do navio italiano Grande Buenos Aires, no último dia 02 de março, e o nigeriano Ojo Ogbemudia, de 21 anos, que estava escondido no navio panamenho My Atlantic Daisy, em 14 de janeiro deste ano.

Com as informações – Diário de Pernambuco

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta