BP vende Pan American Energia para Bridas por US$ 7 bi

0

A BP PLC disse, neste domingo, que concordou em vender seus 60% na Pan American Energia para a argentina Bridas Corp. por US$ 7,06 bilhões, o que dará a Bridas o controle do que antes era uma joint venture.

O negócio é o ultimo em uma série de vendas de ativos que tinham por objetivo levantar recursos para cobrir o custo estimado em US$ 40 bilhões pelo vazamento de petróleo no Golfo do México.

A decisão também é um passo adicional na expansão da influência de empresas chinesas na arena de energia. Bridas Corp é uma joint venture entre o braço internacional da China National Offshore Oil Company, conhecida como Cnooc International, e a Bridas Energy Holdings, que é controlada pela família argentina Bulgheroni. A Cnooc disse que o negócio deve elevar sua média diária de produção em 68 mil barris equivalentes de petróleo por dia.

A BP concordou em vender cerca de US$ 21 bilhões em ativos desde o desastre em abril. Até agora, recebeu preços elevados por seus ativos, mas o preço da venda para a Bridas é mais baixo do que alguns analistas estimavam.

“Agora temos acordos que devem garantir grande parte da nossa meta de desinvestimento. Continuaremos a identificar mais ativos que possam ser estrategicamente mais valiosos para outros do que para a BP à medida que completamos o programa”, disse o presidente executivo da BP, Bob Dudley.

A BP espera que o negócio acertado hoje seja fechado no próximo ano. Segundo os termos do acordo, a Bridas deve pagar a BP um depósito em cash no valor de US$ 3,53 bilhões. Do depósito, US$ 1,41 bilhão deve ser pago em 3 de dezembro, os restantes US$ 2,12 bilhões terão de ser pago em 28 de dezembro.

A transação não inclui as ações da unidade boliviana da Pan American (PAE E&P Bolivia).

Os principais interesses da Pan American estão na Argentina, onde é o segundo maior produtor de petróleo e gás.

Clipping direto – Estadão

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta