Petrobras espera que negociação com Equador tenha sucesso

0

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou hoje que aposta no sucesso da negociação com o governo do Equador sobre o direito de a estatal ser indenizada quanto aos investimentos realizados no país antes da mudança nas regras de exploração de petróleo.

“Estamos discutindo a indenização pelos ativos não amortizados e esperamos que seja uma negociação normal de duas entidades que não convergiram em seus interesses”, disse o presidente da Petrobras ao participar do “Brasil em Pauta”, programa de rádio produzido pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

Gabrielli reiterou a insatisfação da estatal com a alteração do modelo de exploração de petróleo no Equador, que substituiu os contratos de partilha da produção pelo contrato de serviços. “Nós não concordamos com os termos do contrato e anunciamos ao governo que não vamos migrar para isso”, afirmou.

Durante o programa, o presidente da Petrobras minimizou os problemas enfrentados com a companhia venezuelana PDVSA na sociedade criada para o projeto de instalação da refinaria Abreu e Lima (PE). Segundo ele, o fato de a empresa estrangeira não ter repassado ainda os recursos não tem atrapalhando, até agora, a execução das obras que ocorrem “a todo o vapor”.

“A questão societária com a PDVSA vai ser resolvida no momento adequado. Até hoje, não recebemos nenhum recurso, mas os contratos estão em vigor e estamos aguardando o seu posicionamento, especialmente no que se refere às garantias para a dívida”, afirmou.

Clipping direto – O Globo

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta