Pré-sal apresenta queda de 13,7%

0

A produção na nova fronteira do pré-sal registrou uma queda de 13,7% no mês de outubro. De acordo com dados da ANP, foram produzidos na área uma média de 49,97 mil barris/dia e 1,6 milhão de m³/dia de gás natural.

Os dados fazem parte do Boletim da Produção de Petróleo e Gás Natural, divulgado nesta terça-feira (30/11) pela agência. O documento aponta para um recorde na produção de gás natural em todo país, com uma média de 65 milhões de m³/dia produzidos, uma pequena alta (1,64%) na comparação com os 64 milhões produzidos no mês anterior.

O principal campo produtor de gás natural continua sendo Manati, com uma média de 7,1 milhões de m³/dia em outubro. Entre os 20 principais campos produtores de gás natural do país figuram dois campos onshore na Amazônia: Rio Urucu (4,9 milhões de m³/dia) e Leste de Urucu.

A produção de petróleo no último mês ficou praticamente estável na comparação com setembro. Foi produzida no país uma média de 1,98 milhão de barris/dia, alta de 29 barris/dia na comparação com o mês anterior. Rocandor, com a produção média de 325 mil barris/dia, continua sendo o principal produtor do país, seguido por Marlim Sul, que produziu no último mês 262 mil barris/dia médios.

O campo de Polvo, operado pela Devon, na Bacia de Campos, figura pela primeira vez, desde que a agência começou a disponibilizar os dados, entre os 20 principais produtores de petróleo do país. A área, que recentemente foi adquirida pela BP (negócio ainda depende de autorização da ANP), produziu no último mês 27 mil barris/dia.

Clipping direto – EnergiaHoje

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta