Maersk Oil vai explorar petróleo na Groenlândia

0

O Governo da Gronelândia anunciou que a Maersk Oil ganhou a licitação para explorar o Bloco 9, na Baía de Baffin, no Mar da Gronelândia Ocidental. O bloco de exploração tem 11.802 km² – cerca de um quarto do tamanho total da Dinamarca. A Nunaoil, companhia petrolífera nacional da Gronelândia, vai participar do empreendimento com participação de 12,5%.

Jørgensen

“Estamos satisfeitos por ter sido concedido o direito de exploração do Bloco 9 e confiantes de que podemos utilizar nossa competência técnica e pioneirismo para fazer com que esta exploração seja um sucesso comercial “, disse Lars Nydahl Jørgensen, Chefe de Exploração a Maersk Oil.

A Maersk Oil, sabendo quão sensível é o Meio Ambiente nesta região, se compromete a executar uma operação segura e responsável na Gronelândia. Qualquer atividade de perfuração terá início somente após todos os aspectos ambientais da operação serem totalmente avaliados e tratados.

“Nossa prioridade é a Segurança e o Desempenho Ambiental. Vamos cooperar estreitamente com as autoridades da Gronelândia e teremos consultores independentes na implementação destas políticas”, afirmou Jørgensen. ” Só vamos começar a perfurar quando tivermos a certeza de que podemos fazê-lo sem colocar o ambiente e os nossos colaboradores em risco.”

A Baía de Baffin fica entre a Groenlândia e o Canadá

A Maersk Oil começará imediatamente a trabalhar em planos para estabelecer uma Unidade de Pesquisa de Campo, localizada na região da Baía de Baffin, e que será disponibilizada para uso das Autoridades, da Indústria e da Comunidade Científica em geral. Desta forma, a Maersk Oil espera que a instalação seja um benefício para a Gronelândia e para o Meio Ambiente como um todo.

A Empresa agora planeja captar, processar e interpretar os dados sísmicos da região. Se as atividades de exploração conduzirem à descoberta de um campo de petróleo comercialmente viável, a produção poderá ter início em 10 ou 15 anos a partir de hoje.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta