Parece até brincadeira! Catamarã das Barcas S/A deu pane novamente

2
139
Bem, isso não é novidade. As Barcas sempre dão esse presente aos seus clientes que usam o serviço para ir da Cidade Maravilhosa à Terra de Araribóia e vice-versa. As desculpas vêm sendo as mais esfarrapadas e estapafúrdias possíveis. No “Pano de Fundo”, o famoso “background”, um grande desrespeito ao cidadão.
Eis a notícia:

“Uma barca que faria o trajeto Niterói-Rio sofreu uma pane por causa da grande quantidade de lixo na Baía de Guanabara, na manhã desta sexta-feira, e cerca de 700 passageiros precisaram ser transferidos para outra embarcação.

De acordo com a concessionária Barcas S/A, resíduos entraram no duto de refrigeração do catamarã Ingá II, causando superaquecimento do motor. As fortes chuvas que atingiram a cidade nesta semana teriam colaborado para o acúmulo de resíduos na Baía e provocado o problema.

A barca estava na Estação Arariboia e deveria seguir em direção à Praça XV às 9h50, mas a partida foi cancelada.  Usuários retornaram a plataforma de embarque e seguiram viagem no catamarã Urca às 10h.”

Com as informações – Blog do Renatinho

Comentário do colunista:

Ha, ha, ha…
Ou seria “How, how, how…” , afinal, estamos chegando ao Natal!

Se eu estivesse em terra agora, iria para a Praça XV, ou para Niterói com uma plaquinha escrito “Eu já sabia”.

As barcas falam para uma maioria leiga, dizendo que o problema é a sujeira na Baía de Guanabara. O que me revolta é que usamos este transporte. Eu uso, muitos leitores aqui usam, e, fazendo parte da estrutura de Transporte Público que, lembro a todos, é uma CONCESSÃO, podendo ser cancelada pelo Governo a qualquer momento, toda uma sociedade usa.

Embarcações têm dispositivos chamados “Caixas de Mar”, em inglês, “Sea Chest”. Estes dispositivos ficam bem na entrada de água para os sistemas principal e auxiliares, funcionando como um filtro, justamente para reter impurezas.

Outra coisa: vale a velha máxima “Quem tem dois, tem um. Quem tem um, não tem nenhum”. Digamos que, por acaso, algo bloqueasse a Caixa de Mar. Imediatamente a outra deveria ser comunicada e esta, que bloqueou, deveria ser isolada, aberta e limpa. Em embarcações com estas dimensões, isto não é uma tarefa difícil, muito menos demorada.

Abre o olho!
Cadê o Governo que não faz nada?
Cadê a Capitania em cima, cobrando o básico?
Ô Chefe! Coloca o pessoal para limpar a caixa de mar, pôxa.
Abre o olho, meu Povo!
Em breve estaremos sediando dois grandes eventos: Copa do Mundo e Olimpíadas. O Transporte Público TEM QUE FUNCIONAR, do contrário, teremos um verdadeiro Caos instalado no Rio de Janeiro.

Por Rodrigo Cintra

2 COMMENTS

  1. Amigos, nós não podemos fechar os olhos para esse problema.Temos que denunciar e cobrar providências dos órgãos competentes que nesse caso começa com a Capitania dos Portos e termina com a perda da concessão do serviço. Pagamos caro e merecemos respeito e um bom serviço prestado. Esse constrangimento tem que acabar, precisamos cobrar manutenção preventiva, e volto a repetir, melhores serviços prestados. Cais velhos e Barcas sucateadas não podem estar em nossas vistas, sem que possamos fazer nada. Afinal, o dinheiro arrecadado pela BACAS S/A está sendo superado a cada ano. Vamos abrir o olho.

    • Charles Nogueira, grande Coordenador de Segurança. É um enorme prazer termos sua participação aqui, o que mostra, mais uma vez, o alto nível alcançado por nosso site.
      Realmente é uma vergonha, Charles, mas fazer o quê?
      Ministério Público neles! Essa não é a primeira pane, incidente ou acidente noticado aqui pelo Portal Marítimo.
      O Povo necessita desse transporte para trabalhar e não pode ficar “na mão” desse jeito.
      O pior é ver as Autoridades inertes quanto a isso.

Deixe uma resposta