Seven Pacific, da Subsea 7, consegue seu primeiro contrato

1

A Subsea 7  anunciou que o navio Seven Pacific, Lançador de Linhas, DP e “ice class”, construído para operações de Lançamentos em águas profundas e projetos de construção offshore já foi mobilizado para seu primeiro projeto.

O Seven Pacific, que é o oitavo navio lançado pela Subsea 7 desde o início de seu plano de expansão, iniciado em 2007, é capaz de lançar e posicinar linahs flexíveis e umbilicais em profundidades maiores que 3000 metros. Seu primeiro serviço será no Bloco 18, em Angola.

Stuart Smith

” O Seven Pacific é uma aquisição fantástica para uma das mais modernas, capazes e avançadas frotas para Construção Submarina, Lançamento de Linhas e Apoio Marítimo do mundo”, disse Stuart Smith, Vice Presidente para Tecnologia e Desenvolvimento de Patrimônio da subsea 7. “Tendo a capacidade para trabalharmos em todo o mondo, do Ártico à África, nós já estamos ansiosos para trabalhar com nossos clientes, nos vários escopos de trabalho aos quais o Seven Pacific vai poder atender nos próximos anos.

O Equipamento de Lançamento tem um tensionador com 260 toneladas de capacidade e os carroséis têm capacidade para armazenar 2500 toneladas de linhas flexíveis. A embarcação também está equipada com com dois ROV’s para trabalho em águas profundas, capazes de mergulhos de mais de 300 metros e com sistemas moderníssimos.

Seven Pacific em fase final de construção – Mais um belo navio da Subsea 7

Uma grande área para movimentação de carga e equipamentos em seu convés, de cerca de 1700 m2, para armazenamento de equipamentos e das bobinas de linhas. o navio tem propulsão diesel elétrica de 6.6 kV e seu sistema de propulsão é composto por 3 thrusters azimutais de passo fixos a ré e um thruster azimutal retrátil e 2 bow thrusters à vante, permitindo-lhe uma ótima capacidade de manobra e posicionamento dinâmico.

Mais uma ótima notícia desta brilhante empresa que é a Subsea 7, sempre investindo em tecnologia e estando à frente de seu tempo.

Apesar do Seven Pacific ser um navio novo e moderno, não posso deixar de manifestar  minha saudade do Lochnagar, “Velho Loch” para os mais íntimos e de toda aquela galera que lá trabalha.

Por Rodrigo Cintra

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta