MSC Musica – Três compartimentos alagados

1

Acabamos de receber a informação de um grande amigo nosso, que estava embarcado a passeio no Cruzeiro e é marítimo. O mesmo conseguiu descer na Máquina e viu a situação. Lamentável que escondam as reais circunstâncias do que aconteceu.

Segundo nosso amigo que estava embarcado (que é marítimo) havia três compartimentos alagados no MSC Música, o que causou a pane no Ar Condicionado.

Segundo informações dos próprios Maquinistas do navio, eles teriam que aguardar uma peça vinda da Itália.

Aí eu me pergunto: Três compartimentos alagados em pleno Porto do Rio de Janeiro e ninguém vai investigar nada?

Cadê a Marinha do Brasil no “cangote” deles?

Estourou rede? Foi incêndio no compartimento de Ar Condicionado, provavelmente em quadro Elétrico, e resolveram usar água ao invés de CO2 ou Pó químico? Por quê? De onde veio a água? Para onde foi essa água, caso não esteja mais lá? Livro de Óleo? Cadê o registro de descagas no Tanque de esgoto? Cadê o registro do uso do separador? No porto não pode, somente a mais de 20 milhas… mas como? Não registraram no livro? Descarregaram direto? Como está o Plano de Manutenção? O Navio não segue os mais altos padrões de qualidade, segundo a própria empresa?

E por aí vai…

São inúmeras perguntas.

Garanto uma coisa: o dia em que colocarem marítimos brasileiros nesses navios, a coisa muda de figura, não porque somos brilhantes tecnicamente, mas sim pelo cuidado e zêlo que temos com a Máquina e com o navio como um todo, pois temos que “nos virar nos trinta”, muitas vezes sem recursos e com o Armador no nosso pé.

Fico pensando na situação dos passageiros que estavam indo curtir suas Férias e nos Agentes de Viagens, que ofereceram a seus clientes um produto supostamente de altíssimo padrão.

Pergunto-me também o porque de não haver um sistema em stand-by para suprir ocorrências como esta.

A truculência de alguns funcionários da MSC também foi bastante comentada.

Vamo que vamo…

Aqui no Brasil pode tudo mesmo…

Só não pode é cumprir a RN 72 incluindo os Marítimos, não é mesmo?

Depois que o Carlos Lupi assinou embaixo uma declaração de que “Brasileiros não estão aptos a operar equipamentos importados”, eu acredito em tudo por aqui.

Por Rodrigo Cintra

OBS: A foto do post é meramente ilustrativa

1 COMENTÁRIO

  1. Corroboro com esta informação, pois presenciei que a água da piscina não estava nivelada *estávamos atracado no porto) estava mais a bombordo do que a boreste. juntem as fotos da piscina.

Deixe uma resposta