Reservas de Tupi serão incorporadas gradualmente pela Petrobras

0
92

Apesar da estimativa de reservatórios entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris para os campo do pré-sal de Tupi e de Iracema, a Petrobras vai “incorporar gradualmente” esse volume potencial a suas reservas provadas (certificadas e que servem de referência ao mercado).

Na sexta-feira, só um percentual do total previsto inicialmente será divulgado.

Trata-se da data-limite para a Petrobras declarar à ANP (Agência Nacional do Petróleo) a comercialidade dos campos -ou seja, informar se eles são economicamente viáveis e revelar uma estimativa mais precisa das reservas provadas, já certificadas por consultorias independentes.

“A incorporação gradual das reservas provadas de uma acumulação [campo] não é uma particularidade da Petrobras ou das áreas do pré-sal. Trata-se da melhor prática da indústria, adotada por todas as companhias”, diz a estatal.

Segundo a petroleira, a estimativa entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris se refere à previsão de reservas totais.

Já as reservas provadas são “um percentual” das totais, que crescem à medida que novas informações são obtidas, como a ligação de novos poços, sísmicas mais detalhadas e aumento da produção.

A Petrobras prevê extrair de Tupi 100 mil barris por dia até o início de 2012, com a conexão da plataforma que opera no campo a três ou quatro poços -hoje está ligada a só um.

Indagada se batizará a reserva de Tupi com o nome de Lula e criará um “parque de moluscos” nos campos do pré-sal -a exemplo do já ocorre em áreas que recebem nomes de baleias-, a estatal não descartou a possibilidade.

“A Petrobras, como operadora [líder] do consórcio BM-S-11 [bloco onde está Tupi], está analisando esta e outras questões com seus consorciados, que obedecerão a rigorosos critérios técnicos para sua definição. Na declaração de comercialidade os nomes dos campos serão divulgados.”

Pelas regras do Ibama, os campos têm de seguir nomes de animais marinhos.

Com as informações – Folha de São Paulo

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta