IMO proíbe o uso de amianto abordo a partir de 2011

8

A Organização Marítima Internacional (IMO) proibiu de vez o uso de amianto a bordo a partir de Janeiro de 2011.  A decisão foi divulgada na 88ª Sessão do Comitê de Segurança Marítima e coloca fim nas exceções da regra II-1/3-5 do Código SOLAS. Esta determinação é de suma importância, pois desde julho de 2002, devido a essa exceção, ainda era permitida a utilização do amianto em juntas, isolamentos e alguns poucos casos.

Em relatório publicado pela entidade, foi descrito que durante inspeções freqüentemente realizadas em navios, os Inspetores têm encontrado amianto em selantes, sapatas para freios mecânicos (tipo aquelas de purificadores), revestimento de anteparas e mantas contra incêndio, dentre outros.

Foi também verificado que alguns navios que inicialmente estavam livres do material parecem tê-lo recebido a bordo após reparo em estaleiros e/ou aquisição de peças sobressalentes, em uma fase posterior à determinação, caracterizando uma não conformidade por descumprimento da Legislação vigente.

Só tem um detalhe: para remover isso de bordo é também super perigoso, principalmente em ambientes mais confinados, como é o caso da Praça de Máquinas. Isso vai dar um trabalho enorme, mas tem que ser feito.

Em diversos países o amianto já é proibido há cerca de 20 anos.

Nossa saúde agradece, pois, como sabemos, o amianto faz uma verdadeira “lenha” em nosso organismo.

Acesse a circular da IMO clicando aqui.

Por Rodrigo Cintra

8 COMENTÁRIOS

  1. As vítimas do amianto e os defensores do banimento do cancerígeno amianto cumprimentam esta acertada decisão do IMO de proibir final e definitivamente o uso de produtos contendo amianto. A revogação das exceções da regra II-1/3-5 do Código SOLAS era mais do que urgente, considerando que os empregados em estaleiros, empregados de serviços de manutenção terceirizados, engenheiros navais e oficiais da Marinha têm sido vítimas em todo o mundo das doenças relacionadas ao amianto. Nós tivemos 2 funcionários de origem holandesa que trabalharam na antiga VEROLME (atual BrasFELS) em Angra dos Reis, estado do Rio de Janeiro, sendo um deles engenheiro naval, que morreram de mesotelioma maligno de pleura. Não há outra forma de eliminar estas doenças, a não ser o banimento já de proudtos que contenham a fibra mortal – o amianto.

  2. As vítimas do amianto e os defensores do banimento do cancerígeno amianto cumprimentam esta acertada decisão do IMO de proibir final e definitivamente o uso de produtos contendo amianto. A revogação das exceções da regra II-1/3-5 do Código SOLAS era mais do que urgente, considerando que os empregados em estaleiros, empregados de serviços de manutenção terceirizados, engenheiros navais e oficiais da Marinha têm sido vítimas em todo o mundo das doenças relacionadas ao amianto. Nós tivemos 2 funcionários de origem holandesa que trabalharam na antiga VEROLME (atual BrasFELS) em Angra dos Reis, estado do Rio de Janeiro, sendo um deles engenheiro naval, que morreram de mesotelioma maligno de pleura. Não há outra forma de eliminar estas doenças, a não ser o banimento já de proudtos que contenham a fibra mortal – o amianto.

  3. Peço-lhes a gentileza de nos informar se o Brasil é signatário desta Convenção SOLAS e quem fiscaliza o seu cumprimento em nosso apís?
    A quem podemos denunciar caso não se esteja cumprindo estas determinações (elas são obrigatórias, não?).
    Quais são as penalidades impostas?

    • Sim. O Brasil é signatário não somente da SOLAS, mas de todas as Convenções da IMO, sendo todas as determinações de caráter obrigatório. Qualquer irregularidade deve ser reportada á Autoridade Marítima Brasileira, representada pela Marinha do Brasil, através da DPC (Diretoria de Portos e Costas). A DPC é subdividida nas Capitanias dos Portos, que por ua vez são sub divididas, em alguns casos, nas Delegacias das Capitanias dos Portos. Mais informações no site http://www.dpc.mar.mil.br. Espero ter ajudado.

  4. Peço-lhes a gentileza de nos informar se o Brasil é signatário desta Convenção SOLAS e quem fiscaliza o seu cumprimento em nosso apís?
    A quem podemos denunciar caso não se esteja cumprindo estas determinações (elas são obrigatórias, não?).
    Quais são as penalidades impostas?

    • Sim. O Brasil é signatário não somente da SOLAS, mas de todas as Convenções da IMO, sendo todas as determinações de caráter obrigatório. Qualquer irregularidade deve ser reportada á Autoridade Marítima Brasileira, representada pela Marinha do Brasil, através da DPC (Diretoria de Portos e Costas). A DPC é subdividida nas Capitanias dos Portos, que por ua vez são sub divididas, em alguns casos, nas Delegacias das Capitanias dos Portos. Mais informações no site http://www.dpc.mar.mil.br. Espero ter ajudado.

  5. Obrigado pela boa noticia…
    Aqui em Minas Gerais esta luta vai ser muito dificil para nós, por falta de apoio das nossas autoridades e dos órgão que foram criados para combater este mal, mas não é por isto que vamos desistir… somos pequenos mas somos persistentes, jamais iremos desistir! Aqui em Poços de Caldas tem uma empresa estatal que usava amianto, mas felismente já foi banido, estamos atentos em outras empresas suspeitas em usar este produto.
    Grato
    Pedro.

  6. Obrigado pela boa noticia…
    Aqui em Minas Gerais esta luta vai ser muito dificil para nós, por falta de apoio das nossas autoridades e dos órgão que foram criados para combater este mal, mas não é por isto que vamos desistir… somos pequenos mas somos persistentes, jamais iremos desistir! Aqui em Poços de Caldas tem uma empresa estatal que usava amianto, mas felismente já foi banido, estamos atentos em outras empresas suspeitas em usar este produto.
    Grato
    Pedro.

Deixe uma resposta