Novas perfurações podem valorizar ações da OGX

0
94

Os dois novos poços abertos pela OGX (OGXP3) na Bacia de Campos, anunciados na última quarta-feira (30), podem funcionar como gatilho para as ações da empresa, dizem analistas do Citi.

A consultoria D&M (DeGolyer & MacNaughton) divulgou as informações acerca das novas operações da OGX na região. A primeira, dá conta de que a companhia irá aprofundar as perfurações realizadas no prospecto de Waikiki.

Já a segunda, confirma que os equipamentos de perfuração Ocean Star irão se deslocar do ponto atual na Bacia de Santos, considerado economicamente inviável, para o bloco BM-C-41, na Bacia de Campos.

Dúvidas sobre Waikiki

Sobre Waikiki, não está claro se as mudanças no projeto são resultantes de um mapeamento que permite à empresa projetar maiores ganhos na localidade já explorada, ou se a OGX decidiu perseguir novos objetivos em profundidades maiores neste mesmo prospecto, pondera Pedro Medeiros, que assina a análise.

Medeiros ainda aponta que as perfurações no bloco BM-C-41 podem evidenciar que a companhia esteja objetivando atingir um dos flancos do complexo Pipeline-Etna.

Perfurações

Ambas as perfurações, em poços denominados 6OGX27PRJS e 1OGX28DRJS, localizam-se na bacia de Campos, sendo a primeira realizada com a sonda Pride Venezuela e a segunda com a Ocean Star. As perfurações econtram-se, respectivamente, nos blocos C-M-466 e C-M-592, nas lâminas d’água 106,5 e 126, com profundidade 2750 metros e 3961 metros, na ordem.

Com as informações – InfoMoney

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta