Portugal que manter o poder estatal na Galp

0
O Governo português vai fazer com que o poder que o Estado tem na Galp se mantenha, após o fim da cláusula do acordo parassocial, garantiu hoje o Primeiro Ministro José Sócrates.

“É assim que orientaremos a nossa ação”, acrescentou Sócrates, pouco antes da Cerimônia de Posse da nova Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, em Brasília.

O Primeiro Ministro admitiu, entretanto, que vê “com bons olhos e com muito interesse” a parceria entre a Galp e a Petrobras que está em desenvolvimento. “É uma grande oportunidade para a Galp, é uma grande oportunidade para a Petrobras e é assim que se constrói um futuro comum”, completou.

A cláusula do acordo parassocial da Galp que obrigava os principais acionistas, como a Amorim Energia e a ENI, a manterem as suas participações, terminou no dia 31 de Dezembro e 2011 deverá ser marcado, portanto, por alterações na estrutura acionista da petrolífera.

Com as informações – DN Economia (Portugal)

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta