Operação apreende cinco embarcações

0
43

Cinco embarcações foram apreendidas até o fechamento desta edição, durante a Operação Verão da Capitania dos Portos da Paraíba (CPPB). As apreensões aconteceram nas praias do Poço, Areia Vermelha, Camboinha e Jacaré. As embarcações estavam trafegando sem a documentação necessária (o Título de Inscrição de Embarcação) e os condutores não possuíam a habilitação expedida pela CPPB.

De acordo com o capitão dos Portos na Paraíba, comandante Paulo Oliveira, embarcações, como jet-skis, lanchas e catamarãs, são veículos que fazem parte de um sistema similar ao de trânsito terrestre, com regras e orientações. “Os condutores precisam ter habilitação para poder guiar estas embarcações, que devem ser registradas e, principalmente, utilizando equipamentos de segurança, da mesma forma que o motorista de um automóvel precisa ter a carteira de habilitação, o documento do carro e o cinto de segurança”, diz. As multas podem variar entre R$ 40 e R$ 3,2 mil, dependendo do tipo de infração e do tamanho da embarcação.

Desde o início da Operação Verão, em 18 de dezembro, a Capitania dos Portos inspecionou 167 embarcações, e destas, 12 foram notificadas e seis foram autuadas. “O mais importante durante a operação deste ano é que, até agora, não registramos nenhum acidente em toda a extensão das praias paraibanas. Se apenas 13% de todas as embarcações receberam algum tipo de notificação, significa que os condutores destas embarcações estão mais conscientes da responsabilidade com a segurança de todos”, conclui o comandante.

Aviso aos navegantes

Condutores de jet-skis e lanchas devem possuir habilitação expedida pela Capitania dos Portos;

O uso de coletes salva-vidas é obrigatório para pilotos de jet-skis;

Em catamarãs e outras embarcações coletivas deve existir, pelo menos, um colete salva-vidas para cada passageiro;

É proibida a ingestão de bebida alcoólica ao conduzir qualquer tipo de embarcação;

Jet-skis e lanchas não podem navegar em uma distância inferior a 200m da costa, pois é área privativa dos banhistas;

Os responsáveis pelas catamarãs que fazem passeios para Picãozinho e Areia Vermelha devem observar a lotação máxima permitida de pessoas a bordo.

Clipping direto – O Norte

Por Marcus Lotfi


Deixe uma resposta