Obama é pressionado para pôr fim à Moratória do Golfo

0

A Indústria Petrolífera dos Estados Unidos quer que Barack Obama reconsidere a decisão de acabar com a perfuração offshore no Golfo do México e ao longo da Costa Leste, relata a AP.

Jack Gerard, Presidente do Instituto Americano do Petróleo (IAP), disse que a organização vai pressionar governantes e congressistas para conseguir a expansão da perfuração na costa atlântica e no Alasca.

Se não se conseguir um acordo, Gerard apoiará as iniciativas de alguns congressistas republicanos para conseguirem uma ordem judicial que autorize a perfuração.

Em dezembro, o Presidente norte-americano, Barack Obama, inverteu um plano inicial de expandir a perfuração, devido ao derrame ocorrido no Golfo do México.

A decisão “elimina a criação de emprego e fecha a porta ao crescimento económico”, criticou Gerard, durante a apresentação do relatório anual do IAP, “Estado da Energia Americana”.

Kendra Barkoff, a Porta-Voz do Ministro do Interior, Ken Salazar, explicou a mudança de posição com as lições tiradas do derrame de petróleo causado pelo acidente na plataforma Deepwater Horizon e garantiu que a exploração offshore pode continuar nas concessões em funcionamento.

“Continuamos focados na elevação do patamar de segurança e de proteção ambiental na perfuração offshore, enquanto continuamos também a tomar decisões agressivas para reforçar a agência responsável pelo controlo da produção de energia offshore”, disse.

Com as informações – Comunidade (Portugal)

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta