Pré-sal faz surgir a Repsol Sinopec Brasil

0

Para buscar novas oportunidades de negócios conjuntos no Brasil e no mundo, a petrolífera espanhola Repsol decidiu criar um grupo de trabalho em parceria com a chinesa Sinopec. A iniciativa foi definida nesta terça-feira (4), na primeira reunião conjunta entre as empresas após a oficialização do acordo que resultou na criação da Repsol Sinopec Brasil, no final de dezembro. O acordo mostra o grande interesse internacional pela atividade de exploração e produção no pré-sal de Santos, liderada por Petrobras e onde a Repsol Brasil ocupa um lugar relevante pela qualidade de seus ativos na área.

“Existem grandes sinergias entre a Repsol e a Sinopec, e o entendimento entre nossas companhias estabelece as bases para continuar potencializando nossa aliança e explorar novas oportunidades de negócios”, destaca, em comunicado, o presidente da Repsol, Antonio Brufau. “Com esta operação, finalizada em curtíssimo tempo, criamos uma das maiores companhias energéticas da América Latina em um dos países de maior força econômica do mundo”, completa.

Ambas as companhias subscreveram um acordo de acionistas, no qual “fica refletida a vontade de desenvolver conjuntamente os atuais negócios de exploração e produção no Brasil, colocando em comum os meios necessários e compartilhando determinadas decisões estratégicas sobre políticas operacionais e financeiras”.

Criação

A criação da Repsol Sinopec Brasil teve origem no aumento de capital do braço da companhia no país, feito a partir de um aporte de US$ 7,1 bilhões da Sinopec. Após a conclusão do acordo, a Repsol passou a deter 60% da Repsol Sinopec Brasil, empresa criada com valor de mercado de US$ 17,7 bilhões. A Sinopec detém os 40% restantes.

“O sucesso do acordo entre a Sinopec e a Repsol reflete o desejo compartilhado por ambas as companhias de que este seja o início de uma aliança ampla e duradoura”, destacou o presidente da Sinopec, Su Shulin. Para Brufau, “este acordo é um importante marco no desenvolvimento da estratégia exploratória da Repsol e põe em valor nossa acertada aposta no Brasil junto a um grande sócio industrial como a Sinopec”. A Repsol e a Sinopec continuarão com seus planos de expansão no Brasil e participarão, conjunta ou separadamente, em futuras rodadas de licitação no país.

Clipping direto – Monitor Mercantil

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta