Superporto Sudeste: Implantação avança acelerada com BNDES e direito de uso do espelho d´água

0
111

No último dia 28, o BNDES liberou a primeira parcela do financiamento no âmbito do Programa de Sustentação do Investimento (BNDES-PSI), cujo valor total é de R$ 407,7 milhões, para a aquisição de dois viradores de vagões utilizados para descarregar o minério de ferro a ser embarcado no Superporto Sudeste. O terminal é detido pela PortX, empresa do grupo EBX. 

Este contrato de financiamento assinado em junho de 2010 e destinado à aquisição de equipamentos nacionais, tem prazo de 10 anos, carência de 2 anos e taxa de juros fixa de 4,5% ao ano.

Além disso, a publicação da Portaria nº 561 do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão no Diário Oficial da União, no último dia 31 , aprovou o uso do espelho d’água junto ao Superporto Sudeste pelo prazo de vinte anos prorrogável por igual período. A cessão onerosa de área sobre o mar, de cerca de 362 mil m2, permite a construção, instalação e funcionamento do Superporto Sudeste, que poderá atender a movimentação de até 100 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

De acordo com a empresa, os recursos do BNDES e o direito de uso do espelho d´água contribuem para a manutenção do ritmo acelerado da implantação do Superporto Sudeste, garantindo assim o início de seu funcionamento em 2012.

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta