Petrobras quer antecipar projetos do pré-sal na Bacia de Santos

0

A Petrobras foi autorizada a fazer o afretamento de duas novas plataformas destinadas aos projetos-pilotos da área de Guará-Norte e do campo de Cernambi, no pólo pré-sal da Bacia de Santos. O objetivo é antecipar a produção dessas áreas, segundo a estatal. A previsão é de que as plataformas entrem em operação em 2014.

Cada uma das unidades, do tipo FPSO (capaz de produzir, armazenar e transferir petróleo e gás), terá capacidade de produção de até 150 mil barris de óleo e 8 milhões de metros cúbicos de gás por dia. As duas novas plataformas integram a primeira fase do desenvolvimento da produção de Guará-Norte e Cernambi. A estatal afirma que os testes iniciais de vazão na região apresentaram resultados “excelentes”.

Segundo a Petrobras, a intenção é que a conversão das unidades seja feita em território nacional, assim como a construção e integração dos módulos. “A meta é alcançar um índice de conteúdo local na construção das unidades superior a 65%”, diz o comunicado ao mercado.

O consórcio do Bloco BM-S-9 (Guará-Norte) é operado pela Petrobras, com participação de 45%, em parceria com a BG Group e Repsol Brasil, que detêm fatias de 30% e 25%, respectivamente. Já consórcio do Bloco BMS-11 (Cernambi) é operado pela Petrobras (65%), em parceria com a BG Group (25%) e Galp Energia (10%).

Clipping direto – Ana Luísa Westphalen | Valor

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta