Agora é oficial – Subsea 7 e Acergy juntam forças e concluem a fusão

0

A Subsea 7 S.A. anunciou ontem, dia 7 de Janeiro, que a fusão entre A Subsea 7 Inc e a Acergy está concluída, em negócio fechado na Oslo Børs, a Bolsa de Valores de Oslo, Noruega. A estréia das ações da nova empresa, a Subsea 7 S.A. acontecerá na próxima segunda feira, dia 10.

A companhia fundada liberou um capital social de US$ 900 milhões dólares compostos por 450 milhões de ações ordinárias ou lotes de ações, com um valor nominal de US$ 2 cada.

Oslo Børs, a Bolsa de Valores de Oslo, Noruega

Para os colegas que não conhecem as Operações Financeiras, Capital Social é parcela do patrimônio líquido de uma empresa ou entidade oriunda de investimento na forma de ações (se for sociedade anônima) ou quotas (se for uma sociedade por quotas de responsabilidade limitada) efetuado na companhia pelos proprietários ou acionistas, que abrange não somente as parcelas entregues pelos acionistas, mas também os valores obtidos pela empresa e que, por decisão dos acionistas ou proprietários, são incorporados no capital social.

PLSV Lochangar - bravo representante da Subsea 7 no Brasil

Como conseqüência dessa fusão, a Subsea 7 S.A. emitiu 156.839.759 novas ações em seu nome e manteve ainda 147.267.380 ações ainda em nome da Subsea 7 Inc., como complemento. No próximo dia 10 de Janeiro, primeiro dia da nova empresa na Bolsa de Valores de Oslo, o montante de ações emitidas pela companhia será de 351.793.731 ações. Em cima dessas ações a Subsea 7 S.A. ganhará juros indiretos em 11.527.380 ações em tesouraria (aquelas que podem ser recompradas pelas empresas que emitiram e reinvestidas). Outras 583.000 ações serão retidas indiretamente, num fundo de benefícios para os colaboradores da Subsea 7, conforme fora previamente definido no Plano de Incentivo a Longo Prazo de 2009.

Kristian Siem - Presidente da Subsea 7 S.A.

Kristian Siem, Presidente da Subsea 7 S.A. declarou: ” quando anunciamos nossa intenção de fundirmos as duas empresas, saíamos que esta sera uma excelente adequação estratégica, unindo as melhores práticas da nossa atividade e seguindo a lógica das combinações. Agora que já fechamos isso, eu acredito piamente que fizemos a coisa certa. A nova Subsea 7 esta bem estruturada e emprenhas em agregar a longo prazo cada vez mais valores aos nossos clientes, nossos colaboradores e nossos acionistas”.

Jean Cahuzac - CEO da Subsea 7 S.A.

Jean Cahuzac, Chief Executive Officer da Subsea 7 S.A. declarou: “Esté é um ótimo dia para os nossos acionistas, nossos clientes e nossos colaboradores. A criação de uma empresa líder global na área de Lançamento de LInhas e Equipamentos, Construção Sumbarina, ROV e demais serviços para a Indústria Offshore permitirá que possamos manter e oferecer diversos projetos como tamanho e complexidade que são esperados para esta década que se inicia. A Subsea 7 S.A. vai se beneficiar do valor agregado internamente pela combinação ede nossos colaboradores, nossa perícia na atividade e de nossa frota de embarcações, tudo isso sustentado poor um grande capital de base e pela sinergia esperada como resultado da fusão. Nossa posição de liderança  e as pegadas que deixamos pelo mundo com nossos projetos vão trazer-nos oportunidades para crescermos muito mais rápido do que a Acergy ou a Subsea 7 pudessem um dia pensar em crescer”.

Acergy Condor - figura certa em nossas águas

Outro anúncio será publicado antes da abertura da Bolsa de Valores de Oslo, no proximo dia 10.

Esperamos que, de alguma forma, os nossos colegas embarcados nas unidades da Subsea 7 e da Acergy possam ter algum benefício com esta fusão quer seja ele direto ou indireto.

Que a nova empresa possa manter sua política de investimentos aqui no Brasil, acompanhando o crescimento de nossa Indústria Offshore e de nosso país.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta