Pesqueiro despejou toneladas de peixes mortos em Paranaguá, diz laudo da UFPR

1

Pesquisadores do Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná (CEM-UFPR) concluíram que os peixes mortos encontrados na Baía de Paranaguá desde o último dia 30 foram despejados por um navio pesqueiro. A conclusão dos trabalhados foi apresentada nesta segunda-feira (10). Cerca de 60 toneladas de pescado foram encontradas na costa paranaense até agora.

O relatório informava que os peixes não apresentavam doença e nenhum produto químico foi encontrado nas amostras coletadas na Baía de Paranaguá.

A maior parte dos peixes mortos são sardinhas e bagres, achados numa região próxima ao Porto de Paranaguá e à Ilha do Amparo.

Clipping direto – Bonde.com.br

Por Marcus Lotfi

1 COMENTÁRIO

  1. Caso da Mortandade dos Peixes da Baia de Paranaguá tem novo Capítulo :

    Em análises recentes divulgadas pela secretaria de meio ambiente de Paranaguá (maio de 2011), a Secretária Jozaine Baka informou o laudo técnico emitido pela Fundação ANINPA Brasil através do seu Departamento de Análises ambientes e de outros 2 laboratórios oficiais, onde consta todos os componentes quimicos encontrados na Baia de Paranaguá, o que configura a poluição e a efetividade de que a morte dos peixes pode ter sido causada por este vazamento que encontra-se em diligências pela Policia Federal.

    O Laudo foi efetuado por uma instituição do 3o. Setor – FUNDAÇÃO ANINPA BRASIL em seu laboratório próprio de análises ambientais ,conjuntamente com laboratórios de renome no Estado do Paraná e no Brasil, o que garante que o resultado é único, Esta entidade esta propondo o monitoramento ambiental da Baia, em tempo real, pois detém tecnologia e expertise para isso.

Deixe uma resposta