Estaleiros especiais na Rússia para construção de porta-helicópteros

1

O estaleiro russo Admiralteiskie Verfi criará novas unidades especiais para construir os porta-helicópteros da classe “Mistral”, informou hoje uma fonte do setor de defesa.

“Decidiu-se a princípio construir os navios da classe Mistral na ilha de Kotlin, em São Petersburgo”, declarou uma fonte ao agregar que o estaleiro Admiralteiskie Verfi criará instalações novas para tal efeito. No futuro, os novos estaleiros servirão para construção de novos navios militares e civis de grande tonelagem.

No final do ano passado, a corporação russa de construções navais OSK e a francesa DCNS anunciaram que os porta-helicópteros “Mistral” serão construídos para a Rússia nos estaleiros de Saint-Nazaire, na França, e outros dois, em território russo sob licença da DCNS, fabricante desse navio e ganhadora da licitação internacional convocada pelo Ministério da Defesa da Rússia.

O primeiro Mistral que será construído na França para a Rússia custará 720 milhões de Euros, já o segundo navio custará 650 milhões de Euros. O segundo navio custará menos graças a participação russa no projeto. Entretanto, desconhece-se quanto custará o terceiro e o quarto navio desse tipo que serão construídos na Rússia.

Um executivo da DCNS afirmou anteriormente que a França repassará toda a tecnologia para  a Rússia sem restrição e que os barcos russos serão idênticos aos franceses.

Clipping direto – O Informante

Por Marcus Lotfi

1 COMENTÁRIO

  1. A antiga URSS contruía seus porta helicopteros na Ucrânia. Foram construídos os da série Krievs (3 unidades) Com o esfacelamento da antiga União Soviética, ficou uma quarta embarcação, com o casco pronto, porém decomissionado. Recentemente a Maersk ofereceu este casco para a Petrobrás.

Deixe uma resposta