Graneleiros vão operar mesmo com chuva no Porto de Santos

0
81

A Rumo Logística começa a construir este ano uma cobertura em seus terminais no Porto de Santos, investimento que permitirá à empresa fazer o embarque de açúcar mesmo em dias de chuva. As obras deverão ser concluídas até o fim de 2012, com aportes de cerca de R$ 60 milhões, afirmou ao Valor Júlio Fontana Neto, Presidente da Rumo.

A cobertura metálica, com capacidade para atender embarcações maiores, como os navios Panamax e Cape Size, cobrirá o berço de atracação do terminal Sul. Além de facilitar o embarque contínuo de açúcar, essa estrutura será revestida com uma membrana que captará águas para reaproveitamento. Esses investimentos reduzem o gargalo logístico, uma vez que as chuvas podem interromper o escoamento do açúcar até 90 dias por ano.

Esses aportes também serão destinados para aplicação de uma cobertura de tecido especial retrátil (tecnologia “ecoloading”) que será acionada em dias de chuva, possibilitando o embarque de açúcar a granel no terminal Norte da Cosan em Santos.

Criada em 2008, Fontana acredita que a companhia estará preparada para uma possível abertura de capital depois de 2012. A empresa está concluindo um investimento de R$ 1,3 bilhão, que inclui aquisições de material rodante, com 729 vagões e 50 locomotivas (das quais 30 já foram entregues), investimentos na malha ferroviária, com contrato firmado com a ALL Logística, além de terminais em Santos e no interior de São Paulo. O BNDES está financiando cerca de R$ 980 milhões.

Desde o ano passado, a Rumo possui dois sócios de peso – os fundos Texas Pacific Group (TPG) e Gávea, que, juntos, fizeram aporte de R$ 400 milhões, adquirindo 25% na companhia.

Durante a entressafra da cana, que vai de janeiro a abril, a Rumo está escoando também grãos, sobretudo soja e farelo. A empresa também está analisando a possibilidade de atuar em novos trechos ferroviários.

Com as informações – Valor Econômico

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta