Sonangol e Américo Amorim vão definir posições sobre a Galp

0

A estatal angolana Sonangol e o grupo português Américo Amorim deverão reunir-se nos próximos dias para definir posições relativamente à possibilidade de aquisição da participação da italiana Eni na empresa lusa Galp. Um negócio também disputado pela Petrobras.

A participação de 33,34 por cento da Eni na Galp está à venda e, além da angolana Sonangol – que participa da Galp por meio de uma parceria com o grupo Américo Amorim, um dos principais acionistas da petrolífera portuguesa -, também a estatal brasileira Petrobras já tornou público ter interesse em adquirir a posição dos italianos.

A Sonangol e o grupo Amorim detêm, em conjunto, 33,34 por cento do capital da Galp mas, aparentemente, a Sonangol quer agora ter uma participação direta no capital e na administração da empresa.

Em recentes declarações, o Primeiro-Ministro português, José Sócrates, disse ver com satisfação a entrada da Petrobras no capital da Galp.

Com as informações – África 21

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta