Mais uma vez, Petrobras responde à Veja

0
139

Petrobras responde a mais uma matéria tendenciosa da Veja que, prá variar, atacou a estatal. A Veja apenas manteve sua linha de ataque às ideologias que hoje estão de frente no Governo brasileiro. Bem… Veja??? Às vezes eu prefiro não ver…

Leia a matéria “Relações Impróprias” (Parte1, Parte2) publicada neste domingo (23/1) pela revista Veja. Confira também, abaixo, a resposta encaminhada pela Petrobras ao veículo.

Veja: O ex-ministro de Minas e Energia Silas Rondeau é integrante do Conselho de Administração da Petrobras e funcionário da Engevix, empresa que tem contratos bilionários firmados com a Petrobras.

1 – Desde quando Rondeau está no Conselho de Administração da Petrobras?

2 – A Petrobras vê algum tipo de restrição moral ou ética no fato de um dos integrantes de seu Conselho de Administração trabalhar também para uma empresa do setor?

3 – A Petrobras não teme o vazamento de informações privilegiadas a agentes do setor?

4 – A Engevix não fica com uma posição privilegiada nas concorrências realizadas pela Petrobras por ter em seus quadros o ex-Ministro Silas Rondeau?

Petrobras: O Engenheiro Silas Rondeau Cavalcante Silva, ex-Ministro de Minas e Energia, é membro do Conselho de Administração da Petrobras desde abril de 2006 e foi eleito através de Assembléia de Acionistas, a quem cabe a eleição de todos os membros do Conselho. A Companhia esclarece que não compete ao Conselho e aos Conselheiros, eleitos como pessoas físicas, a gestão cotidiana da Companhia. A Petrobras tem contratos com a Engevix Engenharia desde 2002 e as contratações foram feitas através de licitações, das quais participam as empresas mais qualificadas em seus respectivos setores. Os colaboradores de todos os escalões da Companhia estão cientes dos códigos de ética e de conduta da Petrobras, bem como da legislação societária, decretos e normas que regem as companhias com capital negociado em Bolsa.

Com as informações – Petrobras

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta