Estratégia da Maersk é reforçar operações nos mercados emergentes

0

A Maersk Line pretende reforçar suas operações nos mercados emergentes em 2011, como parte de uma estratégia para “restabelecer o equilíbrio dos negócios acumulados nos velhos mercados para os novos”, afirmou o CEO do grupo A.P. Möller-Maersk, Nils Andersen, em edição recente da Maersk Post, publicação especial da companhia. 

Apesar de não mencionar especificamente quais seriam os mercados a serem trabalhados, a expectativa é de que a Maersk concentre maiores recursos nas rotas norte-sul com América Latina, África e Australásia, incluindo a exploração de óleo e gás nos trades emergentes além do transporte marítimo.

Segundo Andersen, a Maersk Line está melhor preparada neste ano para lidar com a instabilidade prevista a longo prazo na indústria. “Nosso segmento de contêineres é capaz de expandir ou reduzir capacidade em pouco tempo, e tomamos medidas concretas para melhorar o planejamento, tomada de decisões e avaliação de todos os nossos negócios, a fim de obter maior visibilidade e diminuir nosso tempo de reação”, afirmou o executivo.

Pela avaliação de Andersen, enquanto questões financeiras estão afetando a recuperação econômica nos EUA e Europa, o trade global continuará em expansão. “Isso é especialmente verdadeiro nos mercados emergentes, aonde as economias estão em pleno desenvolvimento, e uma classe média em ascensão eleva a demanda por bens importados.”

Fonte: Guia Marítimo

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta