Tensão no Egito se agrava e o petróleo aumenta

0

O agravamento das tensões no Egito provoca a valorização das cotações do petróleo no mercado internacional. Os investidores estão preocupados com a possibilidade de os confrontos afetarem as operações no Canal de Suez, importante ponto de distribuição do produto extraído no Oriente Médio para os países do Ocidente.

Por volta das 15h (horário de Brasília), o contrato do petróleo tipo WTI negociado em Nova York para março avançava US$ 2,99, para US$ 88,63. O vencimento de abril subia US$ 2,65, a US$ 90,95. Em Londres, o contrato do Brent para março saía a US$ 98,70, com alta de US$ 1,40, enquanto o de abril ganhava US$ 1,38, a US$ 98,89.

Segundo relato de repórteres da agência Al Jazeera, milhares de manifestantes participam de protestos de rua contra o governo de Hosni Mubarak nas principais cidades do Egito. O acesso à internet foi cortado em todo o país. As últimas notícias dão conta de que será decretado um toque de recolher no Cairo e algumas outras cidades entre 6 da tarde e 7 da manhã, no horário local. O exército saiu às ruas para ajudar a conter os protestos. A polícia está usando balas de borracha e caminhões com mangueiras de água para tentar dispersar a população.

Fonte: Valor

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta