Hambürg Süd está preocupada com infraestrutura

0

A necessidade de investimentos em infraestrutura permanece como um dos principais desafios para as companhias de navegação, de acordo com o vice-presidente sênior da Hambürg Süd da América do Norte, Juergen Pump. O executivo citou diferentes gargalos logísticos enfrentados pela companhia no Brasil, América Latina e Estados Unidos.

Ao receber uma premiação da New York and New Jersey Foreign Freight Forwarders and Brokers Association em Nova Iorque, Pump lembrou dos congestionamentos enfrentados no Porto de Santos (SP), aonde “navios precisam esperar por duas ou três horas para atracar nos berços”, e que as mercadorias descarregadas necessitam de 10 dias para sair dos terminais. A situação seria ainda pior na Venezuela, aonde as cargas levam 20 dias para serem movimentadas.

Apesar dos problemas, o executivo afirmou que o Brasil é um mercado “vibrante”, com expansão de 7,5% nos negócios de GNL – cerca de três vezes a taxa de crescimento da economia norte-americana – e estimou um incremento de 5% para este ano no trade. Pump também declarou que os esforços atuais para impulsionar as exportações norte-americanas ajudariam a companhia, que movimenta mais exportações dos EUA do que a maioria das empresas. “É uma questão de vida e morte para nós. Somos como gêmeos siameses, nós e as exportações”, conclui.

Com as informações – Guia Marítimo

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta