Com grandes números, megaestaleiro tem potencial para garantir o emprego de toda a cidade

0

O polo naval gaúcho, que já é um dos maiores e mais modernos do mundo, deve ficar ainda maior. A empresa Estaleiros do Brasil S.A. aguarda apenas a licença ambiental da Fepam para iniciar as obras do estaleiro na cidade de São José do Norte, vizinha de Rio Grande, separada pelas águas da Lagoa dos Patos.

A cidade está eufórica – e não é para menos. Os números do megaestaleiro impressionam. O investimento é de US$ 420 milhões na área de 1,5 milhão de metros quadrados, três vezes mais se comparado com o Estaleiro Rio Grande.

O estaleiro nortense terá capacidade para processar 110 toneladas de aço por ano, a segunda maior estrutura do Brasil e seis vezes mais do que o estaleiro no porto rio-grandino.  A previsão é gerar 24 mil empregos: 6 mil diretos e 18 mil indiretos. O mais impressionante é que, de acordo com o último Censo, São José do Norte possui exatos 25.474 habitantes. É como se o estaleiro garantisse emprego para toda a população.

A unidade vai montar módulos para plataformas marítimas de exploração de petróleo e um ano depois começará a produzir plataformas completas e de navios de apoio do tipo AHTS, especializados no manuseio de âncoras, reboques e suprimentos de unidades “offshore”.

Fonte: Portos e Mercados / Clic RBS

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta