Cameron incorpora a Vescon e firma-se como líder em Controle de Fluxo

0

A Cameron e a Vescon Equipamentos Industriais Ltda firmaram um acordo, segundo o qual a Cameron irá adquirir a Vescon Equipamentos Industriais Ltda, uma empresa com mais de 40 anos de experiência fabricando produtos para a indústria brasileira de Petróleo e Gás, oferecendo soluções de alta qualidade para seus clientes.

A Vescon Equipamentos Industriais Ltda trabalha com atividades voltadas para petróleo e gás, na fabricação de cabeças de poço e sistemas de “árvores de Natal” onshore, e válvulas API 6A & 6D, fornecendo ao mercado produtos de alta qualidade, tecnologia e confiabilidade. A empresa possui as certificações de Qualidade ISO 9001 e API Q1, bem como as certificações de produto API. A Vescon apresenta vantagens substanciais em termos de instalações, o que juntamente com a experiência de sua equipe de engenharia e serviços, garante a qualidade exigida para seus produtos e serviços.

“A Vescon se encaixa naturalmente na divisão de Sistemas de Superfície da Cameron neste momento em que investimos no mercado brasileiro, e para melhorar as experiências de nossos clientes. A Vescon é uma excelente plataforma para desenvolvermos eficientemente nossos negócios no Brasil”, disse Gary Halverson, Presidente da Divisão de Sistemas de Superfície. “A aquisição da Vescon é uma adição estratégica para o portfólio de produtos e serviços da Cameron. A integração de serviços irá expandir, além de complementar, a experiência de nossa Divisão e os serviços prestados aos nossos clientes, preenchendo as lacunas existentes no mercado”.

“Esta aquisição é uma das muitas iniciativas que irão se seguir, e que continuarão a fortalecer a Cameron como líder de controle de fluxo no mercado brasileiro”, completou Halverson.

O impacto desta aquisição sobre a futura lucratividade da empresa, feita com base nas provisões de segurança do Ato de Reforma de Litígios de Obrigações Privadas, de 1995. Os resultados obtidos pela empresa podem diferir materialmente daqueles descritos em uma declaração prospectiva. Tal declaração tem base nas expectativas de desempenho atuais da empresa, e
no desempenho das operações adquiridas; ela é sujeita a uma série de fatores, alguns dos quais fogem ao controle da empresa, e que podem afetar os resultados das operações, a liquidez, ou a condição financeira dos negócios adquiridos. Tais fatores podem incluir a demanda geral e a política de preços dos produtos, e o tamanho e prazos de pedidos destes produtos.

Como as informações aqui contidas estão baseadas apenas nos dados atualmente disponíveis, elas são sujeitas a alterações, como resultado de mudanças em condições sobre as quais a empresa não tem controle nem influência, e não devem, portanto, serem consideradas como uma garantia do desempenho futuro da empresa. Além disso, a empresa não é obrigada a fazer indicações públicas de tais mudanças, a não ser que isso seja exigido sob as leis e regulamentos aplicáveis.

Com as informações – Julya Maia / Cameron do Brasil

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta