Usiminas inaugura simulador para aço do pré-sal

0

A Usiminas inaugura nesta quinta (3), no Centro de Tecnologia da Usina Intendente Câmara, em Ipatinga, o Sistema de Resfriamento Acelerado Piloto. O equipamento, que recebeu investimento de R$ 2,5 milhões, funcionará como um simulador de operações industriais de resfriamento acelerado de chapas grossas.

“O projeto permitirá reproduzir em laboratório a tecnologia de processamento de aços via CLC (Continuous Online Control), transferida recentemente da Nippon Steel para a Usiminas e responsável pela produção dos aços da linha Sincron, destinados à cadeia industrial do pré-sal”, afirma o diretor de Pesquisa e Inovação, Darcton Policarpo Damião. Segundo ele, o grande desafio foi desenvolver toda essa tecnologia inteiramente na Usiminas, já que não havia fornecedores no País.

Com seis metros de comprimento, o simulador terá capacidade de processar, de forma experimental, chapas de 50 quilos. “Para fazer testes na linha industrial seriam necessárias 180 toneladas de aço líquido, o que acarretaria um custo significativamente maior”, compara Damião. Um dos principais benefícios do projeto será antecipar a colocação de aços de alto valor agregado no mercado, principalmente os destinados aos segmentos de tubos de grande diâmetro e à indústria de construção naval e offshore. Alguns exemplos são os aços de alta resistência mecânica e os aços especiais resistentes a trincas induzidas por hidrogênio (HIC), para trabalho nos ambientes do pré-sal. Outra vantagem será a economia com compra de assistência técnica ligada a este tipo de tecnologia.

A eficiência dos bancos de resfriamento (headers) do novo equipamento foi comprovada por testes realizados por especialistas da Universidade de Brno, da República Tcheca, instituição considerada referência mundial em pesquisa nas áreas de resfriamento e transferência de calor.

Centro de Tecnologia Usiminas

Com 40 anos de atividades, o Centro de Tecnologia Usiminas é o maior no segmento siderúrgico da América Latina. Suas atividades estão voltadas para a melhoria dos processos, aprimoramento e desenvolvimento de novos produtos. Atua, também, juntamente com outras unidades da empresa, em engenharia de aplicação e assistência técnica a clientes. Este intenso trabalho, em busca de produtos e conceitos inovadores, tem contribuído para posicionar a Usiminas como a empresa privada com maior número de pedidos de patentes no INPI.

Fonte: Jornal Vale do Aço

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta