Será mesmo? PDVSA sai de cima do muro e informa que até abril fecha com a Petrobras

0
22

A estatal Petróleos da Venezuela (PDVSA) acredita que cumprirá “em março ou abril” todos os requisitos necessários para assumir 40% da refinaria que construirá e explorará no nordeste do Brasil junto à Petrobras, informou o Ministro da Energia Rafael Ramírez nesta sexta-feira.

“Seguimos avançando nos trâmites para nossa incorporação” à Refinaria Abreu e Lima e “temos uma estreita comunicação com a Petrobras”, disse Ramírez em um encontro com jornalistas.

“Constituímos um grupo de bancos para cumprir com as garantias exigidas. São questões financeiras e esperamos estar para março ou abril em condições de cumprir com os requisitos para assumir 40% do empréstimo do BNDES e dar nossa contribuição de capital, que são 480 milhões de dólares neste ano”, acrescentou.

A participação da PDVSA no projeto foi posta em dúvida há alguns meses no Brasil, quando foi divulgado que a estatal venezuelana atrasou-se em apresentar as garantias ao BNDES para que ele aprovasse o financiamento de sua participação na refinaria.

A Venezuela deve fornecer 40% do montante de investimento previsto para o projeto no estado de Pernambuco, enquanto a Petrobras contribuiria com os outros 60%. O custo previsto em 2007 para este projeto foi de 4 bilhões de dólares, preço que, segundo fontes brasileiras, teria aumentado consideravelmente desde então.

A refinaria, situada em Pernambuco, permitirá o processamento de cerca de 200 mil barris de petróleo diários, segundo números oficiais.

Inicialmente estava previsto que a refinaria começasse suas atividades no fim de 2011, mas as obras estão muito atrasadas.

Com as informações – AFP

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta