Lobão afirma que Brasil é convidado insistentemente a fazer parte da OPEP

1

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje que são frequentes os convites feitos atualmente ao Brasil para ingressar na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Segundo o ministro, o governo brasileiro precisa avaliar se as condições impostas para compor o grupo dos principais países produtores de petróleo são vantajosas.

Lobão afirmou que os convites começaram a ser feitos depois do anúncio da descoberta das reservas de petróleo em águas profundas, na camada pré-sal, em 2009.

“Somos convidados para integrar hoje na Opep, insistentemente. Não estamos recusando, estamos estudando para saber até que ponto, neste momento, é do nosso interesse estarmos submetidos aos limites que muitas vezes são estabelecidos na produção de petróleo”, disse.

As declarações do ministro foram dadas enquanto ressaltava a importância do Brasil no cenário internacional, durante o lançamento do Plano Nacional de Mineração 2030.

Ele ainda destacou a condição de credor do país frente ao Fundo Monetário Internacional (FMI), que “já não dá mais instruções” sobre as decisões importantes na economia brasileira.

Fonte: Valor Econômico

Por Marcus Lotfi

1 COMENTÁRIO

  1. Ministro, V.Exª deveria é procurar desonerar o preço do combustível que é vendido para o povo brasileiro, que se coloca no papel de trouxa, pois pagamos um preço absurdo pelos nossos combustíveis e vendemos a a gasolina até para os nossos “hermanos”, mais barata do que para a população brasileira. Gracinha agente faz é dentro de casa e não na casa do vizinho. O povo brasileiro tem que fazer como nos países que estão lutando para implantar a democracia, se unirem em prol de uma causa comum que certamente iria colocar mais dinheiro em circulação. Vamos fazer uma campanha para abaixar o preço dos combustíveis no Brasil. Se na Venezuela o preço é de apenas R$,08 centavos, por que no Brasil este valor não pode ser de R$l,OO(HUM REAL).

Deixe uma resposta