Num dia de quedas, LLX surpreende com recuperação fantástica na Bolsa

1

O otimismo demonstrado pelos executivos do Grupo EBX em teleconferência realizada na manhã desta quarta-feira (9) contagiou os investidores, levando as ações de LLX (LLXL3) e MPX (MPXE3) a destoar do comportamento negativo da bolsa brasileira no pregão e apresentar forte valorização.

Enquanto o Ibovespa fechou o dia com forte queda de 2,36%, as ações da LLX dispararam 6,68%, liderando com folga os ganhos no índice, terminando cotadas a R$ 3,99. Na máxima do intraday o papel chegou a ser negociado a R$ 4,03 ( +7,75% ). Ao todo, os ativos LLXL3 movimentaram R$ 30,572 milhões no pregão, volume obtido através de 4.059 negócios concluídos.

Eike Batista e os demais executivos do Grupo EBX se mostraram bastante confiantes no andamento dos projetos no Superporto de Açu e em Serra Azul. Os altos investimentos em meio-ambiente e histórico de obtenção de licenças ambientais foram enaltecidos pelos executivos, assim como o complexo logístico que interliga a produção siderúrgica com as ferrovias e portos operados pelo grupo, agregando competitividade em custos.

MPX

Fora do Ibovespa, as ações da MPX cravaram forte valorização de 4,36%, fechando a R$ 32,10. Vale mencionar que os ativos MPXE3 chegaram a valer R$ 33,92 no intraday, o que sinalizava uma expressiva alta de 10,27%. O volume financeiro dos papéis da companhia chegou a R$ 52,589 milhões, através da conclusão de 1.873 negócios envolvendo essas ações.

Além do otimismo com as projeções para extração de carvão térmico na mina explorada pela empresa na Colômbia e da convicção de que a MPX encontrará nestas reservas carvão metalúrgico “da melhor qualidade”, os executivos ainda demonstraram a intenção em segregar estas operações do núcleo da MPX, realizando um IPO (oferta pública inicial, na sigla em inglês) da nova empresa, denominada CCX.

A novidade surpreendeu equipe da Ativa Corretora. O analista Ricardo Corrêa colocou em revisão o preço-alvo das ações da MPX. Segundo Corrêa, se for levado em consideração o potencial de produção da mina em 35 milhões de toneladas por ano e um preço médio de US$ 85 por tonelada de carvão, o novo target desses ativos de mineração atingiria um valor entre R$ 10,00 e R$ 15.

OGX recheada de novidades

As ações da OGX (OGXP3)  chegaram a mostrar alta de 2,24% na máxima do dia, repercutindo o noticiário recheado envolvendo a empresa. Contudo, os papéis perderam o fôlego e fecharam com variação positiva de 0,24%, indo a R$ 17,04. Apesar do desempenho modesto, ela conseguiu ser uma das três únicas companhias listadas no Ibovespa que viram as ações se valorizarem neste pregão – além de OGXP3 e LLXL3, outro ativo que subiu nesta quarta foi o da BM&F Bovespa (BVMF3).

Na teleconferência o assunto mais abordado pelos analistas participantes foi o tão aguardado processo de farm-out, através do qual a empresa planeja venda de parte de direitos de concessão detidos na Bacia de Campos. Sem dar maiores detalhes sobre o prazo da operação e qual região explorada pela OGX será posta em negociação, Eike Batista disse para o mercado confiar em seu histórico. O executivo disse que o prazo e a região serão “os mais oportunos possíveis”, já que diversos parceiros demonstraram interesse.

Eike Batista e os demais diretores esbanjaram otimismo com as operações da empresa, ao dizer que o programa de perfurações segue muito firme e que “nem nos nossos sonhos mais loucos poderiamos imaginar que a produtividade seria tão alta”. A perspectiva do Grupo EBX é que a OGX comece a gerar caixa já em 2011.

Mais cedo, a petrolífera havia anunciado a conclusão da perfuração do primeiro poço produtor na acumulação Waimea e, por meio de um teste de formação, identificou “excelente índice de produtividade”. A OGX realizou também um teste de formação a poço revestido, que teria confirmado um potencial produtivo de 40.000 barris por dia. “Este resultado superou as expectativas iniciais em relação à acumulação Waimea e oferece elementos ainda mais concretos para o início da fase de produção da OGX”, informou a companhia em nota.

Com as informações – Yahoo

Por Rodrigo Cintra

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta