MPX fecha contrato de R$ 250 milhões com Banco do Nordeste

0

A empresa MPX Pecém II Geração de Energia S/A, pertencente ao Grupo EBX, assinou contrato esta semana, com o Banco do Nordeste, no valor de R$ 250 milhões, para aquisição de turbogerador e turbina para a usina termoelétrica. Em fase de implantação, em área de 116 hectares, no Complexo Portuário do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante, o empreendimento total está estimado em R$ 1,4 bilhão e deve iniciar as operações de geração de energia em julho de 2011.

Inserido no Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) e financiado com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE-Proinfra), o contrato de financiamento tem prazo de vencimento de 15 anos, com três de carência, e taxa de juros de 10%, ao ano. Semelhante em termos de taxas de juros ao Pronaf, que financia empréstimos para agricultores familiares, o financiamento da MPX goza de “rebate” de 15%, como bônus de adimplência, ou seja, se for pago em dia.

Segundo o superintendente da Área de Negócios “Corporate” do BNB, Jorge Bagdeve, a primeira parcela do empréstimo, o correspondente a um sexto do total, deve ser liberado em março próximo. “Os desembolsos acontecem à medida que as obras são realizadas e após comprovação de contrapartida semelhante por parte da empresa”, explica Bagdeve.

Além desse empréstimo, a termoelétrica tem contrato de financiamento da ordem de R$ 730 milhões, com o Bndes, o equivalente a 50% do valor do empreendimento. Fruto de uma parceira entre a MPX e a Energias do Brasil, a Pecém II é uma usina movida a carvão de 720 MW de capacidade instalada.

Com obras iniciadas em novembro de 2008, a empresa projeta para julho próximo, o início das operações da primeira turbina, com capacidade de geração de 360 MW, e da segunda, com igual potência, em outubro deste ano. Durante o período de obras, nas fases de implantação das usinas Pecém II e Pecém I, o empreendimento informa a geração de oito mil empregos diretos e indiretos. Porém, quando estiver pronta, irá absorver apenas 38 empregados.

Energia

720 megawatts é a capacidade instalada de geração de energia da MPX Pecém II, quando estiver em plena operação, em 2012.

Fonte: Diário do Nordeste

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta