OGX vai perfurar mais 50 poços até 2013 – R$ 3 bilhões em investimentos

0

OGX pretende investir cerca de R$ 3 bilhões até 2013 e perfurar mais 50 poços no Brasil, chegando ao total de 85, informou nesta quarta-feira (9/2) o presidente do grupo EBX, Eike Batista, durante teleconferência com a imprensa. A companhia pretende começar a fazer caixa a partir de agosto, quando inicia a sua primeira produção de petróleo no país, no prospecto de Waimea, na Bacia de Campos.

Eike informou ainda que a OGX será listada na Bolsa de Londres, com o objetivo de aumentar a visibilidade internacional da companhia. O objetivo é atrair investidores internacionais avessos à burocracia brasileira.

O empresário disse ainda que a venda dos ativos na Bacia de Campos não foi bem sucedida por conta do preço. Segundo o presidente da EBX, as atenções estavam voltadas para o processo de capitalização da Petrobras e para o processo eleitoral. “Sim, nós poderíamos ter vendido o ativo, mas por um preço pelo qual não estávamos dispostos a vender”, afirmou.

Os diretores da EBX disseram ainda que as reservas de gás natural no bloco PN-T-68, na Bacia do Paranaíba, estão estimadas em cerca de 424,8 milhões de m³. A OGX Maranhão, sociedade formada entre OGX S.A. (66,6%) e MPX Energia S.A. (33,3%), é a operadora e detém 70% de participação neste bloco, enquanto a Petra Energia S.A. detém os 30% restantes.

A companhia estuda participar dos próximos leilões de energia para negociar a energia da termelétrica a gás de 1.673 MW que pretende construir para aproveitar o energético.

“Farm-out (vendendo direitos de concessão), há várias versões, há uma para vender 10% dos ativos da bacia de Campos apenas… Podemos vender 10%, em alguns blocos 30%, tem uma lista maravilhosa para escolher, o que vou fazer, vou cortar o filé mignon, separar as partes que não são tao boas…”, disse. “Isso vai ser bom para a empresa e para os investidores”.

A demora para a realização do farm-out é vista por analistas como um dos fatores que tem afetado as ações da OGX.

Outra questão é um relatório que indica que as reservas de petróleo e gás poderiam eventualmente ser menores do que o estimado anteriormente. “Foi um comentário muito infeliz, não sei se foi de analista, totalmente incorreto”, afirmou.

A OGX pretende investir cerca de R$ 3 bilhões até 2013 e perfurar mais 50 poços no Brasil, chegando ao total de 85, informou nesta quarta-feira (9/2) o presidente do grupo EBX, Eike Batista, durante teleconferência com a imprensa. A companhia pretende começar a fazer caixa a partir de agosto, quando inicia a sua primeira produção de petróleo no país, no prospecto de Waimea, na Bacia de Campos.

Parte do mercado avalia que os chineses poderiam estar aguardando o novo relatório da consultoria DeGolyer MacNaughton (D&M), em março, para fechar o negócio com a OGX. “Há várias empresas que querem, que são tão grandes, que querem 50% (nos ativos de Campos), eles aceitam que nós sejamos operadores… eu vou buscar o melhor resultado possível para você acionista”, disse Batista, sem dar detalhes ou prazos para a realização do negócio.

Com as informações – Energia Hoje

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta