MMX vai explorar a Mina Pau de Vinho por 30 anos e embarcar minério pelo Superporto do Açu

0

A MMX, mineradora do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, vai operar por 30 anos a Mina Pau de Vinho, pertencente à Mineração Usiminas.  A companhia informou hoje (14/2) ao mercado e a seus acionistas que, em parceria com a LLX, empresa de logística do mesmo Grupo, assinou contrato definitivo com a Usiminas. O acordo prevê também a contratação de serviços portuários para o embarque de 39 milhões de toneladas de minério de ferro no Superporto Sudeste durante cinco anos, a partir de 2012.

O desenvolvimento da lavra da Pau de Vinho será feito pela MMX, que vai aportar todo o investimento necessário para o licenciamento e a operação da mina. O volume produzido será dividido trimestralmente na proporção de 86,5% para a MMX e 13,5% para Usiminas. Estudos da Usiminas apontam que a Mina Pau de Vinho tem recursos minerais suficientes para produzir 8 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

A MMX adquiriu o direito de explorar a Mina Pau de Vinho por 30 anos, a partir da obtenção da averbação no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).  A Mina Pau de Vinho está localizada em área adjacente às operações da MMX na região de Serra Azul, Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais.

Na avaliação do diretor-presidente da MMX, Roger Downey, esse acordo é positivo para todos os lados. “As sinergias entre MMX e Usiminas são claras e a lógica econômica gera resultados benéficos para ambas as companhias”, destacou.

Operações portuárias

O Superporto Sudeste, em aquisição pela MMX, vai embarcar minério de ferro da Mineração Usiminas a partir de 2012. O Superporto Sudeste está sendo construído no município de Itaguaí, localizado no litoral norte do Estado do Rio de Janeiro e tem início da operação prevista para 1º semestre do ano que vem.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta