Petrobras precisa captar US$ 17 bilhões até 2014

0

A Petrobras precisa captar pelo menos US$ 17 bilhões de dinheiro novo para garantir o financiamento de seu plano de investimentos até 2014, que soma US$ 262 bilhões, declarou nesta sexta-feira o Diretor Financeiro da companhia, Almir Barbassa.

O executivo explicou nesta sexta-feira no Rio de Janeiro que, somando os US$ 224 bilhões e as dívidas que vencerão até 2014 e que serão refinanciadas (US$ 38 bilhões), a empresa necessitará um total de US$ 262 bilhões em quatro anos para fazer os investimentos previstos e cumprir suas obrigações.

Barbassa acrescentou que, desse total, US$ 155 bilhões serão financiados com recursos próprios que sairão da tesouraria após o pagamento dos dividendos aos acionistas.

“Estamos fazendo grandes investimentos, mas teremos um aumento significativo na geração de caixa até 2020”, assegurou ao referir-se aos crescentes benefícios esperados pela companhia petrolífera para os próximos anos com a exploração das gigantescas reservas do pré-sal descobertas em águas profundas do Atlântico.

Segundo Barbassa, parte dos outros US$ 107 bilhões se obterão com os excedentes do lucro do ano passado (US$ 11 bilhões), com emissões e empréstimos já realizados (US$ 50 bilhões) e com a renegociação de dívidas de curto prazo (US$ 29 bilhões).

“Por isso ainda precisamos de US$ 17 bilhões”, disse Barbassa durante um evento com investidores da Noruega na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“A Noruega, com todo o seu potencial financeiro, seu fundo soberano, poderá ter uma participação e o BNDES como parceiro de longa data”, acrescentou.

Segundo o plano de investimentos da companhia petrolífera, 53% dos recursos (US$ 118,8 bilhões) será investido em projetos de prospecção e produção de hidrocarbonetos, 30% em refino, transporte e comercialização, 8% em gás e eletricidade e 5% em petroquímica, entre outros.

Os investimentos em produção serão destinados principalmente ao pré-sal, as reservas que podem transformar o Brasil em um dos maiores exportadores mundiais de petróleo.

A Petrobras calcula que os investimentos lhe permitirão aumentar sua produção de 2,5 milhões de barris diários em 2009 para 3,9 milhões em 2014 e até 5,4 milhões em 2020.

Com as informações – EFE

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta