Empresas visitam Estaleiro Rio Grande amanhã

0

Quinze empresas participantes do projeto de Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia do Sebrae no Rio Grande do Sul participarão de visita guiada ao Dique Seco, incluindo as plataformas P55 e a P63, esta última em fase inicial de obras. A atividade será realizada nesta terça-feira (22), às 9h, em Rio Grande.

O Dique Seco, inaugurado em outubro de 2010, faz parte do complexo Estaleiro Rio Grande. Segundo pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), os setores no estado mais intimamente ligados à atividade naval (siderurgia, metalmecânico, material elétrico e eletrônico, madeira e mobiliário, químicos e transportes) poderão gerar, de 2010 a 2024, cerca de US$ 26 bilhões em termos de bens e serviços com o polo naval de Rio Grande.

Outra turma de empresas fará a mesma visita no próximo mês. “Dividimos o grupo em três porque existe um número máximo de participantes permitido pela Petrobras. Em janeiro fizemos a primeira incursão com as micro e pequenas empresas. Essa é uma das maiores obras do gênero no Brasil”, explica a gerente da regional sul, Rosani Boeira Ribeiro.

A partir de abril a iniciativa será estendida aos pequenos negócios que fazem parte de outros projetos do Sebrae/RS e que tem potencial para serem fornecedores da estatal petroleira. “Pretendemos que mais empreendedores tenham acesso a informações importantes, como o processo de construção das plataformas e o plano de investimentos da Petrobras no município”, ressalta. Dessa forma, segundo Rosani, as empresas podem se estruturar para atender a futuras demandas.

Dentro do escopo da parceria entre as duas entidades está, ainda, a participação de representantes da Petrobras na reunião mensal do projeto de Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia, dia 24. Na ocasião, repassarão instruções de como os empreendedores realizam o cadastramento no Portal de Oportunidades da Cadeia Supridora de Petróleo e Gás do Prominp – Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural. O objetivo do Prominp é maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de petróleo e gás natural no Brasil e no exterior.

Fonte: Agência de Notícias do Sebrae

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta