IBAMA autoriza Petrobras a operar em Mexilhão

0
106

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) emitiu licença para a Petrobrás autorizando a operação do Sistema de Produção e Escoamento de Gás Natural e Condensado no Campo de Mexilhão, bacia de Santos, informou o órgão ambiental em nota nesta sexta-feira, 4.

Por meio da licença, a Petrobrás fica autoriza a operar a plataforma PMXL-1 e o gasoduto de Mexilhão até a unidade de Tratamento de Gás (UTGGA), em Caraguatatuba/SP, segundo o Ibama. A Petrobrás prevê iniciar as operações no mega campo de Mexilhão no próximo dia 13.

“Esta licença de operação vai permitir a interligação de uma malha de escoamento de gás da bacia de Santos com o Piloto de Tupi, Uruguá Tambaú e posteriormente com o Gastau (gasoduto Caraguatatuba-Taubaté) até Taubaté, em São Paulo”, afirmou o Ibama.

Mexilhão foi anunciado em 2003 como a maior descoberta brasileira de gás natural, com reservas de 70 bilhões de metros cúbicos, ou 30% das reservas na época, de 234 bilhões de metros cúbicos. Atualmente, as reservas provadas de gás da Petrobrás são de 377 bilhões.

Mexilhão vai superar a produção de campos como Roncador, Urucu e Manati, todos da Petrobras, e até então os campeões em volumes no Brasil, com produção de cerca de 5 milhões de metros cúbicos cada.

Mudanças no projeto de Mexilhão adiaram em alguns anos a produção, que vai girar em torno dos 15 milhões de metros cúbicos por dia, ou metade do volume que é fornecido pela Bolívia atualmente ao Brasil.

Fonte: Estadão

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta