Está aí um mercante por vocação: Adolescente embarca escondido em cargueiro no ES

3

O sonho de conhecer o Brasil levou um adolescente a embarcar escondido em um navio no Espírito Santo. Mas a falta de comida fez a viagem clandestina terminar pouco tempo depois, já em alto-mar. O cargueiro carregado de minério de ferro seguia pra China.

O navio saiu de Vitória com destino à China na última terça-feira, carregado com 290 mil toneladas de minério de ferro. Mas teve a viagem interrompida dez horas depois por causa do embarque de um passageiro inesperado, um adolescente de 16 anos.

Um barco da empresa responsável pela embarcação estrangeira buscou o garoto em alto-mar. Ele mora na Cidade de Serra, município da região metropolitana de Vitória. E só foi descoberto porque se apresentou à tripulação pedindo comida.

Hoje a tripulação do navio, o adolescente e o pai prestaram depoimento na Polícia Federal. O garoto disse que entrou no navio porque queria viajar e conhecer outros estados brasileiros.

A embarcação continua ancorada na costa capixaba. A empresa calcula um prejuízo de mais de R$ 100 mil por dia.

Assista ao vídeo clicando aqui

Fonte: TV Bandeirantes

Por Marcus Lotfi

3 COMENTÁRIOS

  1. Isso serve de alerta pra todos nós, mostrando a facilidade de acesso aos portos e consequentemente o acesso ao navio em si. Um rapaz de 16 anos consegue entrar em uma instalação sensível, zona de fronteira, sem dificuldades.
    Apesar de ser um caso inusitado e parecer até engraçado não deixa de ser grave.
    Esse jovem teve muita sorte de não ter sido jogado n’água pela tripulação. Como a matéria informou, uma série de prejuízos estão atrelados a esse fato, a papelada gerada com certeza é enorme e todos os envolvidos serão chamados para depoimentos e mais depoimentos. Estou sendo fantasioso ou alguém duvida que isso possa acontecer, visando a “redução” de problemas? O que a lei diz é uma coisa mas quem aqui que trabalha realmente embarcado nunca ouviu ao menos uma vez a célebre frase “o que acontece no mar, fica no mar”? O que vale nessas horas é a conciencia de cada um.
    E isso aí. Que sirva de alerta para nós e para os “mercantes por vocação” que desejam conhecer o mundo.

    • Independente disso, acho que faltou por parte dos pais a devida orientação e busca de informações para que este menino pudesse vislumbrar seu sonho como possível realidade.
      Provavelmente há muitos com a vocação marinheira que, em nome de seu sonho, acabam cometendo inconseqüências.
      Já houve diversos casos de clandestino ser jogado no mar mas, sinceramente, o marítimo que se presta a isso também, de jogar umapaessoa o mar, na minha opinião, não é nem humano.

  2. “Um acidente aéreo onde centenas de pessoas morrerão o suposto culpado nem aqui ficou para ser ouvido ja um incidente deste faz com que uma tripulação toda fique ancorada na costa Brasileira esperando a boa vontada de nossas autoridades isso tem que mudar, pois se nada for feito sera mais facil para outras embarcções jogarfem o clandestino ao mar, porque o prejuizo no caso deste navio passa de 100 mil reais por dia”. Isso tem que mudar URGENTE.

Deixe uma resposta