Granel a mil em Paranaguá

0

Está atracado no Porto de Paranaguá o navio Aris T, de bandeira grega e que está carregando 68 mil toneladas de soja. Há anos o Porto não conseguia carregar plenamente um navio com esta capacidade, em função da falta de dragagem nos berços de atracação.

“Uma das primeiras ações do Governador Beto Richa foi autorizar a dragagem de manutenção dos berços de atracação, que há seis anos não era realizada no Porto, e prejudicava o embarque principalmente dos navios graneleiros. Hoje, com a conclusão desta obra, estamos aptos a atender plenamente todos os navios que atracarem no Porto para esta safra”, afirmou o Superintendente da Appa, Airton Vidal Maron.

Com o restabelecimento das profundidades dos berços, o Porto volta a carregar plenamente navios como o Aris T. Antes, um navio com capacidade semelhante saia do porto com, no máximo, 55 mil toneladas de grãos. Este diferencial, além de representar mais carga embarcada por navio, reflete diretamente no frete marítimo com ganhos para o produtor.

Ontem (17), o corredor de exportação do Porto de Paranaguá embarcou 58,3 mil toneladas de grãos. Hoje, três navios estão atracados no Corredor e juntos, carregarão 190 mil toneladas de granéis. Outros 25 navios de grãos aguardam para atracar.

O recebimento de cargas em caminhões e vagões no Porto de Paranaguá já foi normalizado. Ontem, por volta das 21h, a ALL liberou a descida de vagões para o porto e até o final da manhã, cerca de 300 vagões já tinham chegado ao terminal, em Paranaguá.

O pátio de triagem recebeu 730 caminhões nas últimas 24 horas e nesta manhã ainda existiam cerca de 250 vagas no pátio.

Dragagem – A dragagem de manutenção dos berços custou R$ 2,5 milhões e foi paga com recursos próprios da Appa. A Autarquia trabalha agora na obtenção das licenças ambientais para a realização das dragagens de manutenção do Canal da Galheta e da Bacia de Evolução e para a dragagem de aprofundamento. Toda a documentação para obter estas licenças já foi entregue ao Ibama. A expectativa da Appa é iniciar a dragagem de manutenção em julho ou agosto deste ano. A obra está orçada em R$ 100 milhões e será paga com recursos próprios da Appa.

Já a dragagem de aprofundamento deve ser realizada no final do ano e já existem R$ 52 milhões do Plano de Acelerarão do Crescimento (PAC I) previstos para pagamento de parte da obra. A Appa deverá entrar com contrapartida de, pelo menos, R$ 50 milhões para custear estes serviços.

O navio Aris T atracou na tarde de quinta-feira (17) em Paranaguá, vindo de Singapura. Daqui, o navio segue para o Porto de Rotterdan, na Holanda.

Fonte: Agronotícias

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta