OGX acha mais indícios de petróleo

0

A OGX, empresa brasileira de óleo e gás natural responsável pela maior campanha exploratória privada no Brasil, comunica que foi identificada a presença de hidrocarbonetos na seção albocenomaniana do poço 3-OGX-35D-RJS, poço delimitatório da acumulação de Waikiki, descoberta pelo 1-OGX-25. Este poço está localizado a cerca de 2 km do pioneiro 1-OGX-25, no bloco BM-C-39, em águas rasas da Bacia de Campos. A OGX detém 100% de participação neste bloco.

“Em continuação à campanha delimitatória das acumulações descobertas, a OGX perfurou o poço OGX-35D na estrutura de Waikiki, que apresentou características muito semelhantes às do descobridor, confirmando a extensão e a qualidade excepcional dos reservatórios”, comentou Paulo Mendonça, Diretor Geral da OGX. “Essa descoberta confirma nosso modelo geológico para a região e marca o avanço em direção à fase de produção também nos blocos mais ao norte de Campos”, adicionou Sr. Mendonça.

A coluna com hidrocarbonetos é de aproximadamente 158 metros, com net pay ao redor de 80 metros, com óleo mais leve que usualmente encontrado na Bacia de Campos. Este poço direcional foi perfurado até uma profundidade de 2.400 metros e é o piloto para o poço horizontal que será perfurado nessa acumulação.

O poço OGX-35D, localizado no bloco BM-C-39, situa-se a 89 km da costa do Estado do Rio de Janeiro, onde a lâmina d’água é de aproximadamente 104 metros. A sonda Ocean Lexington iniciou as atividades de perfuração no dia 12 de fevereiro de 2011.

Por Redação Portal Marítimo

Deixe uma resposta