Rapidinhas

0
169

Nessa manhã de ventania no Rio de Janeiro, lá vamos nós com as Rapidinhas. Maritime Summit bombando do Windsor. Wilson Sons divulgando crescimento e nosso querido Chavez querendo mais petróleo para Venezuela. Flexomarine fornecendo mangotes “made in Brazil” para a OSX e, ao contrário da bagunça aqui na Baía de Guanabara, no Sul começa o estudo para planejar o uso de catamarã na travessia do Rio Guaíba. Bom dia a todos!

Maritime Summit 2011 – Frente aos recordes de movimentação de cargas nos portos brasileiros e a expansão do setor de transporte marítimo, comelou nesta segunda-feira (28), no Rio, o Maritime Summit 2011. O evento pretende possibilitar a interação entre as autoridades do setor e os profissionais envolvidos na gestão e operação do transporte marítimo de cargas e construção naval. Entre os principais temas a serem apresentados estão: as projeções macroeconômicas, tecnologia offshore, portos secos, contratos de construção naval, a regularização dos estaleiros e muitos outros.

Wilson, Sons divulga resultados do ano – Wilson, Sons registrou Receita Anual de US$ 575,6 milhões, um crescimento de 20,4% em relação a 2009. O crescimento de dois dígitos foi resultado da evolução nos volumes de todas as unidades de negócio. “Apresentamos mais um ano de sólidos resultados para os nossos acionistas. Com investimentos recorde de US$ 190,3 milhões em 2010, a Wilson, Sons ratificou o seu empenho com o desenvolvimento da infraestrutura portuária, marítima e logística do Brasil”, afirmou Cezar Baião, CEO das Operações no Brasil da Wilson, Sons.

Chavez quer mais petróleo – A Venezuela pretende incrementar sua produção de petróleo em dois terços, para 4,5 milhões ou 5 milhões de barris por dia (bpd), nos próximos três anos, declarou o Ministro da Energia do país, Rafael Ramirez. “Até 2014, deveremos produzir de 4,5 milhões a 5 milhões de barris por dia.”

Catamarã em estudo para a travessia do Guaíba – O Secretário de Infraestrutura e Logística do RS, Beto Albuquerque, recebeu em seu gabinete o Secretário Estadual de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano, Luiz Carlos Busato, nesta segunda-feira (28). O objetivo foi agilizar a viabilidade da travessia da embarcação tipo Catamarã, que fará o percurso Porto Alegre-Guaíba. Beto afirmou que a batimetria da hidrovia já foi feita e que a Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) está engajada nesta pauta. “Estamos trabalhando para viabilizar a dragagem, a compra das bóias e o GPS, para que não tenhamos riscos de acidentes, nessa hidrovia que será exclusiva para a travessia”, afirmou Albuquerque. A embarcação tem 18 metros e poderá transportar 120 passageiros, sendo que o trajeto de 15 quilômetros será realizado 20 minutos. Testado no Rio Jacuí, o Catamarã oferece aos passageiros poltronas estofadas, TVs de LCD e ambiente climatizado.

Flexomarine fornece mangotes para OSX – A Flexomarine, única empresa brasileira fabricante de mangotes marítimos submarinos e flutuantes, informou nesta sexta-feira (25) que fechou contrato com a OSX, empresa do setor de equipamentos e serviços para a indústria offshore de petróleo e gás do Grupo EBX, para fornecimento de 41 mangotes flutuantes para o FPSO OSX-1. “Assim, a Flexomarine vem se solidificando num mercado altamente competitivo, dominado por grandes grupos multinacionais, cenário em que se destaca pelo alto nível de qualidade e agilidade”, afirma o Diretor da Flexomarine, Gustavo L. Ferreira Leite. O contrato, no valor de R$ 3.300.000,00, é para operação do sistema de offloading (transferência de petróleo entre a unidade produtora e navios tanques ou aliviadores) da primeira unidade flutuante da empresa denominada OSX-1, para extração de petróleo na Bacia de Campos.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta