Pela primeira vez, Uruguai encontra petróleo

0
47

O Presidente da petroleira estatal uruguaia, Ancap, Raúl Sendic, disse nesta quinta-feira que foi encontrado petróleo no país pela primeira vez na história. “É petróleo mesmo. Mas ainda não podemos estimar a quantidade existente ali”, afirmou Sendic à emissora de televisão Telemundo, de Montevidéu.

Durazno disse ainda que os vestígios de petróleo foram constatados nas proximidades do balneário de La Paloma, em Durazno. Sendic disse ainda que é possível que existam “indícios” de petróleo também em outros seis departamentos (estados) do país – Artigas, Salto, Paysandu, Tacuarembó, Cerro Largo e Trinta e Três. “Nos próximos dois anos, a Ancap e outras empresas associadas realizarão trabalhos de exploração e perfuração nestas regiões, começando por Durazno”, declarou.

Ele explicou que as marcas do combustível, nestes sete departamentos, foram encontradas “em rochas, com alto conteúdo de matéria orgânica, que ao longo de milhões de anos, favoreceram a formação de hidrocarbonetos em seu interior”.

Gás

Durazno afirmou que também teria sido encontrada “quantidade importante de gás, em várias regiões” do território uruguaio, mas não forneceu detalhes. Ao jornal econômico Observa, Sendic disse que o país passará a ser “mais valorizado” depois deste anúncio. Ele destacou que empresas dos Estados Unidos, da Argentina e Rússia já teriam manifestado interesse em trabalhar nesta exploração.

O presidente da Ancap sugeriu, de acordo com o Observa, que as buscas seriam feitas, principalmente, “em terra firme” e não somente “no território marítimo”.

Ele destacou que a ideia será formar associações com empresas estrangeiras, mas que a estatal “deverá reservar áreas” para “exploração própria”.

Ação discreta

Segundo o semanário Búsqueda, as constatações foram possíveis porque a Ancap já vinha realizando esta “busca há algum tempo”. Em sua edição on line, o jornal El Pais, de Montevidéu, informa que parlamentares da base governista afirmaram que o governo agiu “discretamente” para evitar que a notícia fosse divulgada antes de ser confirmada.

O ministro da Indústria, Roberto Kreimerman, foi cauteloso ao comentar a informação. “São dados positivos, mas ainda preliminares”, disse à rádio Carve. O Uruguai é um país de cerca de 3 milhões de habitantes, que nos últimos anos, após as crises de 2001 e 2002, tem registrado forte expansão da sua economia e queda nos índices de pobreza.

Fonte: BBC Brasil

Por Marcus Lotfi

Deixe uma resposta