Sindmar responde nossa mensagem, mas perguntas continuam sem resposta

7

Foi com extrema surpresa que pude verificar hoje em meu e mail uma resposta do Presidente do Sindmar e da CONTMAFF, Vice Presidente da ITF no Brasil e Secretário de Relações Internacionais da CTB, Sr Severino Almeida. Segue abaixo minha resposta e deixo os comentários para os leitores.

Para entenderem bem, leiam a matéria aqui publicada ontem: Greve no Apoio Marítimo.

Resposta do Sr Severino Almeida à mensagem de ontem:

” Prezado Oficial Mercante Rodrigo Cintra.

(Eu o chamaria de Companheiro, se certeza tivesse de que não estaria sendo-lhe inconveniente).

Inicialmente quero congratulá-lo por manter um portal com o número de visitas que afirma receber.

Você inicia afirmando que não é mais filiado à nossa entidade de representação por uma série de razões, e que se sente na obrigação de me questionar na qualidade de cidadão, de marítimo e de editor.

Gostaria, de minha parte, afirmar que todos os cidadãos brasileiros e as cidadãs brasileiras podem se sentir na obrigação de questionar a quem entenderem apropriado, sobre o que entenderem adequado, necessário ou conveniente. Afirmo-lhe contudo que, na qualidade de cidadão brasileiro, se for eu o inquerido, sinto-me igualmente com o direito de decidir se, respondo, ou não.

Quanto á sua qualificação de editor, mantenho-me observando este mesmo direito. Você não é o único editor que me questiona e não será o único que receberá um “não” de minha parte, se e somente se, o veículo de comunicação do qual és responsável demonstre não ser instrumento de política de comunicação das empresas que lhe dão patrocínio. Como nada posso afirmar, pois nada conheço de seu trabalho, sugiro-lhe que me dê mais oportunidade de conhecer melhor seus objetivos e suas reais intenções. Convencido que sua contribuição é, e será, isenta de interesses nocivos aos nossos representados, o que quero acreditar que seja, terei satisfação em respondê-lo.

Considerando sua qualidade de marítimo, poderei respondê-lo, mas, igualmente considerando minhas razões, para tal. Da mesma forma que tens suas razões para a não se filiar ao SINDMAR, me reservo ao direito de possuir razões para só dedicar tempo à respostas de perguntas, quando entender correta de minha parte, tal atitude.

Você tem perguntas a fazer! Ótimo. Fico feliz com isto. Mas, inicialmente tente perguntar, exclusivamente, como marítimo.

Você deve eventualmente receber cópias de mensagens respondidas por mim a inúmeros marítimos, filiados ou não, mas, estes não se colocam com qualificações outras, e buscam claramente respostas à dúvidas, ou ainda registram reclamos, sobre sua atividade profissional, ou relação de trabalho que possui.

É possível, mas, não provável, que você perceba que sequer considero o recebimento de mensagens, de nível questionável, com considerações abaixo do que se espera de um marítimo, especialmente se considerarmos à nossa formação, com fragrantes atentados à Inteligência das pessoas, à nossa história e a dedicar odes à inverdades. Nem sequer as leio, quanto mais, as respondo.

Quero registrar que não é o caso de suas perguntas abaixo. Bons questionamentos que terei prazer em responder, se feitas pelo Rodrigo Cintra marítimo, ou a seu pedido, por qualquer outro companheiro ou companheira, sem firulas, sem justificativas de direito ou qualidade de editor. Posso também responder ao Rodrigo Cintra editor, mas, neste caso vai demandar mais tempo, até eu estar seguro que não estou cometendo uma falha.

Portanto, além de agradecer novamente a sua mensagem, sugiro definires melhor a quem estarei respondendo e, se de fato, com isto, estaremos contribuindo positivamente para nossos pares.

Minhas saudações marinheiras e sucesso com seu Portal Marítimo.

Severino Almeida Filho

SINDMAR

PS: Autorizo-o a dar conhecimento desta mensagem a quem entender adequado, ou necessário de sua parte.”

Minha resposta:

“Não há problema algum em chamar-me de companheiro, Severino.

Considero oportuno questionar-lhe na qualidade de:

1- Cidadão – pois sei da importância da atividade de Marinha Mercante para meu país e das funestas conseqüências, já antes presenciadas pelos mais antigos, do sucateamento da Marinha Mercante sob qualquer aspecto, quer seja em termos de embarcações ou de mão de obra, para o país.
2- Marítimo – acho que esta eu não preciso aprofundar-me muito, pois me preocupo SIM com a situação atual.
3- Editor – o Portal Marítimo é um site de cunho JORNALÍSTICO, como diversos sites e jornais por aí e basta umas poucas olhadas nas páginas para perceber isso, pois até mesmo na hora de criticarmos quem quer que seja, procuramos fazê-lo da maneira mais profissional possível, sem emoções, sem paixões.

Não há firulas. Como marítimo e ex filiado, mandei diversos questionamentos relevantes a você e sua diretoria e até hoje não recebi resposta. Entenda que o que para você seja um atentado à Inteligência, para muitos não é, Severino. Dúvidas são dúvidas. Quem pergunta uma vez, é idiota por um instante, já quem não pergunta, é idiota por uma vida inteira. Se analisar bem, posso considerar uma firula o que você fez, ganhando tempo para poder responder às perguntas e tomara que você responda, pois, como líder sindical, tudo o que você fala é importante para quem escuta e as pessoas querem saber o que você pensa.

Nesta última mensagem, representando o Portal Marítimo, fiz perguntas simples, apresentei fatos e espero as respostas. Como marítimo, você nunca respondeu nada que enviei, nem você, nem seus diretores. Como editor de um site com considerável número de visitas (as estatísticas ficam a sua disposição, caso deseje) a resposta foi rápida. Não quero acreditar que você dedique mais atenção a um site do que aos seus representados.

Dito isto, informo a você, caro Severino, que nosso site nunca esteve à venda. Se as empresas consideram oportuno apoiar nosso trabalho, principalmente no que tange à divulgação de vagas para marítimos, é porque os canais mais convencionais não dão o mesmo resultado. Simples assim.

Nem todos estão à venda, Severino. Nem todos. Espaços publicitários estão à venda. Idéias, definitivamente NÃO. Te garanto que, antes de ter minha formação como marítimo, tive uma boa formação familiar e escolar, que agregou determinados valores ao meu caráter que me impedem de ter atitudes como as que você claramente desconfia. Entendo que o meio sindical pode ter te incutido esta desconfiança e, por isso, compreendo perfeitamente as razões que te levam a tê-la.

Peço também que não se coloque num nível acima dos demais, dizendo que não conhece nosso site ou qualquer outro, pois boa parte dos acessos ao mesmo são originados de IP’s de computadores do Sindmar, e não vou nem entrar nesse mérito. Alguns de seus diretores me encontram em eventos e são sempre muito educados e solícitos, vez por outra comentando coisas que publicamos, quer seja elogiando ou criticando, NUNCA se colocando nessa posição de que “não conhecemos seu trabalho… não conhecemos seu site”. Mesmo assim, caso você realmente não conheça, fica aqui o convite para que acesse e conheça nosso trabalho. Basta acessar www.portalmaritimo.com. Deixei até já com o link, bastando clicar em cima, para não tomar mais ainda seu precioso tempo, pois imagino quão atribulada deva ser sua vida como Presidente do Sindmar e da CONTMAFF, Vice Presidente da ITF no Brasil e Secretário de Relações Internacionais da CTB. São tantos cargos, todos conseguidos por seu mérito, é lógico, que realmente deve ser complicado seu dia a dia. Pelo menos quero acreditar que seja.

Assim como eu dirigi a pergunta ao Severino Almeida com 4 cargos em entidades de classe diferentes e por acreditar que Severino Almeida é UMA pessoa, com idéias, antes de tudo, pouco me importa se você responderá ao Rodrigo Cintra Marítimo, Jornalista ou Cidadão, desde que você responda. Tanto tenho esta visão que NUNCA lhe atribuí adjetivos pejorativos de forma alguma, pois sempre entendi que não tenho o direito de cruzar a linha entre a pessoa Severino Almeida e o Sindicalista Severino Almeida, indpendente do que eu pense a respeito das duas, pois a pessoa certamente sobrepuja o sindicalista. Pessoa é o que você É e Sindicalista é o que você ESTÁ.

O fato é que dei visibilidade à mensagem do Sindmar e fiz minhas perguntas, pois certamente muitos querem saber.

Severino, se eu publicasse tudo o que me enviam, se não houvesse um filtro, companheiro, tenha a mais absoluta certeza que o site já teria perdido a credibilidade, até porque muitos já tentaram fazer política com o mesmo, através de e-mails e mais e-mails, muitos bem ofensivos, inclusive, e sempre deixei bem claro que o foco de nosso trabalho no Portal não é a Poítica.

Perguntar não ofende.
Não espero ter que me associar para ter suas respostas.

Tenha a mais absoluta certeza que os leitores do Portal Marítimo querem saber justamente o que eu te passei por e mail.

Entenda que muitas pessoas, apesar de serem filiadas, não sentem a proximidade que deveriam sentir por parte de seu sindicato e cada uma tem o seu motivo.

Fique bastante a vontade para continuar com esses contatos com o Portal Marítimo e agradeço pela sua rápida resposta.

Ficaremos no aguardo das respostas às perguntas enviadas.

Atenciosamente
Rodrigo Cintra

Continuaremos aguardando as respostas às perguntas.

O espaço está aberto ao Sindmar e esperamos que este se pronuncie, pois diversos marítimos anseiam por estas explicações e o Presidente do Sindicato, sem sombra de dúvidas, é a melhor pessoa para dar essas respostas.

Força e Honra! Sempre!

Por Rodrigo Cintra

7 COMENTÁRIOS

  1. Gostei muito de ambos os emails, e do embate de idéias. Mas gostaria de saber quais foram as perguntas e, também, as possíveis respostas.

  2. Primeiramente gostaria de parabenizar o portal marítimo pelo excelente trabalho de comunicação que tem feito. Um meio eletrônico não somente de informação mas tmb fórum de debates.
    Com relação ao texto acima, excelentes colocações do Rodrigo Cintra. Questionamentos pertinentes. Comentários claros, coesos, relevantes e antes de mais nada altamente respeitosos. Não sou a favor de nenhum radicalismo no que concerne a comentários sobre o Sindmar, sua atuação e seu presidente Severino Almeida. Sou filiado e reconheço a importância da nossa representatividade e dos avanços que realmente tivemos nesses últimos anos. Acho que nossa representação política hoje é muito maior do que antigamente. Negar isso seria completamente infundado, injusto e até mesmo burrice.
    No entanto, não deixo de reconhecer que existem alguns problemas na forma de atuação do Sindmar, principalmente no que tange a sua relação com os não associados que, obrigatoriamente contribuem anualmente com o sindicato e necessitam de orientações mínimas em alguns casos, a transparência nos gastos, os custos dos cursos do simulador, as poucas visitas a plataformas e rebocadores(e obviamente o pouco conhecimento sobre as atividades dos oficiais nessas unidades), as dificuldades que são impostas a qualquer oficial que queira representar a categoria através de outras chapas e a falta de informações gerais que invariavelmente causam lacunas entre os oficiais e a representação sindical , abrindo espaço para aventureiros que não pretendem debater nada, desenvolver ideias, apenas ofender e reclamar. Algumas perguntas realmente necessitam de respostas, caro presidente Severino, e estas efetuadas por este portal são de boa parte de todos nós oficiais.
    Gostei tmb de ambos os emails, o mais importante já foi feito, o canal de comunicação foi aberto!

  3. Caro Rodrigo Cintra

    Parabéns pela sua iniciativa e pela forma respeitosa como o site trata dos mais diversos temas e em especial deste. A criação de linhas de comunicação entre as pessoas e entidades que compõe a classe marítima é hoje uma necessidade e vocês estão fazendo isso.

    • Muller

      A Redação deste site acredita que as discussões de nossa profissão devem ser mantidas em alto nível.
      O espaço, bastante acessado, está aberto para os pronunciamentos da entidade e fica por conta dela se pronunciar ou não.
      O Portal está fazendo seu trabalho jornalístico noticiando e cobrindo os acontecimentos, talvez não da melhor maneira, mas com certeza da melhor que está ao nosso alcance. Suas congratulações a nosso trabalho são extensivas a toda equipe deste site, sem sombra de dúvidas.

Deixe uma resposta